CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

OLHAR ANDANTE PELA MADRUGADA

Vem
olhar a noite
deitada a meu lado.

Deixa
que solte
as minhas mãos
pelo contorno do quanto te desejo.

Para lermos
num abraço a tentação
de provar a paixão sob a cúpula nocturna.

Está escrito
no acordo das nossas almas
pelo cintilar das estrelas que visitam
o nosso olhar andante pela madrugada
que o destino nos decifra hilariantemente.

Respiro
o universo
que se abate
no nosso peito à deriva
por sentimentos que dão nome
à nossa noite esta noite (minha e tua).

As galáxias ilustram
os nossos peitos entregues.

Lado a lado,
nossos corações
partilham danças numa praxe
de emoções que nos rasgam sorrisos.

Somos
visionários
de esperança
que partem numa fala
de amor rumo à felicidade
a bordo de uma embarcação
de estrelas construída por verdade
para flutuar no mar que minhas palavras
te estendem interminavelmente gentis e puras.

Segura o leme
do meu alvoroço por ti
e vem navegar nas marés,
ao vento do meu respeito incensurável.

Segue o mapa
que te pertence no meu colo
e sente o sabor do luar mais brilhante,
de todos os luares num beijo que faz estremecer
os planetas em sensações de quem controla os cometas
numa loucura cósmica de prazer que nos envolve amantes.

Vem fazer desta noite a nossa noite.

Submited by

domingo, julho 19, 2009 - 01:11

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 14 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de marialds

Re: OLHAR ANDANTE PELA MADRUGADA

"Segue o mapa
que te pertence no meu colo
e sente o sabor do luar mais brilhante,
de todos os luares num beijo que faz estremecer
os planetas em sensações de quem controla os cometas
numa loucura cósmica de prazer que nos envolve amantes.

Vem fazer desta noite a nossa noite."

Uma poesia de sensualidade a flor da pele, de iníco ao fim.
Parabens é linda.

imagem de analyra

Re: OLHAR ANDANTE PELA MADRUGADA

"Somos
visionários
de esperança
que partem numa fala
de amor rumo à felicidade
a bordo de uma embarcação
de estrelas construída por verdade
para flutuar no mar que minhas palavras
te estendem interminavelmente gentis e puras."

Muito bom!!! Chega dar vertigem ao ler.
beijos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 5.733 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.579 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.777 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.459 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.289 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.139 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.121 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.941 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.799 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.953 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.514 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.497 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.786 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.133 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.436 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.977 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.989 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.001 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.141 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.648 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.616 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.545 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.563 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.841 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.834 01/16/2015 - 20:47 Português