CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

PEDRA BRUTA

Olho um olhar epicentro
do meu poder de ser diferente,
entre as aspas dos meus desabafos da alma
que são pedra bruta
na forma exuberante que enverga
os meus sentimentos inundados
por sinais sem excesso,
deliciando o meu olhar ontem para ver hoje,
na cascata do tempo que a vida acerta alta,
num em cheio rasgado nos lábios.

Entre os socalcos de momentos sem fruto,
o passado tem uma palavra a dizer,
para sumir o mau humor das recordações
na pintura que expande o futuro,
num tão novo respirar de pensamentos
libertos por tónicas entregues
às ilustrações da alma e do corpo.

Um encontro em ligação perfeita
entre o enquadrar fragilidades e a coragem
de cada linha hipnotizada por tudo e por nada,
uma linha que só a tranquilidade anestesia.

Os olhos são lanternas de um santuário de amor
com paredes de poesia

Submited by

sábado, outubro 25, 2008 - 19:22

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 36 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de Henrique

Re: PEDRA BRUTA

Os olhos são lanternas de um santuário de amor
com paredes de poesia ....

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 6.024 05/26/2020 - 22:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 38.249 06/11/2019 - 08:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 2.024 03/06/2018 - 20:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.717 02/28/2018 - 16:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.607 02/10/2015 - 21:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.378 02/03/2015 - 19:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.395 02/02/2015 - 20:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 3.200 02/01/2015 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 2.011 01/31/2015 - 20:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 2.262 01/30/2015 - 20:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.726 01/29/2015 - 21:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.705 01/29/2015 - 18:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 2.008 01/29/2015 - 00:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.368 01/28/2015 - 23:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.759 01/28/2015 - 20:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 2.265 01/27/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 2.229 01/27/2015 - 15:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.187 01/26/2015 - 19:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.312 01/25/2015 - 21:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.908 01/22/2015 - 21:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.767 01/21/2015 - 17:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.779 01/20/2015 - 18:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.756 01/19/2015 - 20:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 2.034 01/17/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 2.081 01/16/2015 - 19:47 Português