CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

Se reunirmos tudo
quanto já aprendemos,
e compararmos com tudo quanto
o homem já descobriu,
damos conta de que sabemos muito pouco.

Atenção
que só aprender sobre algo,
não é saber esse algo.

Antes de o saber,
temos de o perceber
para depois lidarmos com ele,
isso não se aprende, descobre-se.

Cada um de nós,
descobre as coisas como todos,
mas cada um vê o ser das coisas
a seu modo de as ver.

Só o óbvio é consensual.

Mas o ser das coisas,
nem sempre é visível.

E se somarmos tudo
o que a existência já soma?

Somos uma soma de quase nada.

A subtracção do que não sabemos.

A divisão real do irreal.

A multiplicação do depois.

Resta-nos juntar
à única certeza que conhecemos, a morte.

A certeza que vamos morrer estúpidos.

Tudo quanto acabamos por aprender,
não passa de um prefácio da existência.

Um fio de cabelo numa cabeleira imensa.

Todo o resto,
é um infinito mega-incomensurável.

É megalómano
tudo quanto existe,
somente falando do conhecido.

Pois,
talvez o desconhecido
seja aprendido depois da morte.

Submited by

quarta-feira, fevereiro 3, 2010 - 01:10

Poesia :

No votes yet

Henrique

imagem de Henrique
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 14 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 34817

Comentários

imagem de marialds

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

O óbvio dito com lirismo de uma poesia.
Linda , parabens.

imagem de Seravat

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

Bonito e verdadeiro, gostei!

"Atenção
que só aprender sobre algo,
não é saber esse algo."

Quanta verdade nesta frase!
Beijo Seravat

imagem de jopeman

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

verdadeira meditação

Nesta vida certezas são mto poucas...uma delas é a qualidade da tua escrita e outra a sensibilidade do teu olhar

gostei imenso

abraço

imagem de Betofelix

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

"Só sei que nada sei".

Essa frase de Sócrates foi bem dissecada por vc.

Bela meditação. Gostei bastante. :-x

imagem de Librisscriptaest

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

É essa soma de quase nada que devia cingir a nossa humildade e levar-nos a perceber q somos crianças inseguras q ainda meramente aprendemos a dar um passo sem nos termos de amparar nas coisas...

Bela reflexão Henrique!
Beijinho em ti!
Inês

imagem de mariacarla

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

"Talvez o desconhecido seja aprendido depois da morte"
Quem sabe... nesta vida as mudanças circulam a uma velocidade extraordinária, e, de facto quando pensamos que adquirimos algum conhecimento sobre determinado assunto, eis que tudo muda! E depois…desactualizados… nada sabemos… actualização constante!

Beijinho

Carla

imagem de Clarisse

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

Tal como certa vez li: "quando pensamos que encontramos as respostas, a vida vem e muda-nos as perguntas".

Gostei muito.
Abraços,
Clarisse

imagem de NunoCarvalho

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

Henrique,

Bela meditação a tua.

Gostei imenso.

Abraço
:-)

imagem de MarneDulinski

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

LINDÍSSIMO POEMA, GOSTEI MUITO!

PELO QUE SEI, PENSO QUE SEI, MAS SEI QUE NÃO SEI, DIZEM QUE NADA SE PERDE, TUDO VAI PARA OS ARQUIVOS ACÁSICOS, ONDE TODOS OS SABERES ESTÃO ARQUIVADOS!

Meus parabéns, pelo seu lindo Poema,
Um abraço,
Marne

imagem de robsondesouza

Re: QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI

Fantástico!

O maior mistério da vida é morte (algum filosofo certamente o disse).

Caro Henrique, compactuo de sua visão acerca de nossa forçada ignorância. Afinal, "quanto mais sei, mais sei que nada sei."

Abraços, Robson

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henrique

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos DA POESIA 1 5.737 05/26/2020 - 23:50 Português
Videos/Outros Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.582 06/11/2019 - 09:39 Português
Poesia/Tristeza TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.784 03/06/2018 - 21:51 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.462 02/28/2018 - 17:42 Português
Poesia/Pensamentos APALPOS INTERMITENTES 0 2.292 02/10/2015 - 22:50 Português
Poesia/Aforismo AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.145 02/03/2015 - 20:08 Português
Poesia/Pensamentos ISENTO DE AMAR 0 4.123 02/02/2015 - 21:08 Português
Poesia/Amor LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.943 02/01/2015 - 22:51 Português
Poesia/Pensamentos PELO TEMPO 0 1.803 01/31/2015 - 21:34 Português
Poesia/Pensamentos DO AMOR 0 1.957 01/30/2015 - 21:48 Português
Poesia/Pensamentos DO SENTIMENTO 0 2.518 01/29/2015 - 22:55 Português
Poesia/Pensamentos DO PENSAMENTO 0 2.501 01/29/2015 - 19:53 Português
Poesia/Pensamentos DO SONHO 0 1.787 01/29/2015 - 01:04 Português
Poesia/Pensamentos DO SILÊNCIO 0 3.149 01/29/2015 - 00:36 Português
Poesia/Pensamentos DA CALMA 0 2.439 01/28/2015 - 21:27 Português
Poesia/Pensamentos REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.983 01/27/2015 - 22:48 Português
Poesia/Pensamentos MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.993 01/27/2015 - 16:59 Português
Poesia/Aforismo NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.004 01/26/2015 - 20:44 Português
Poesia/Pensamentos SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.142 01/25/2015 - 22:36 Português
Poesia/Pensamentos MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.651 01/22/2015 - 22:32 Português
Poesia/Pensamentos ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.621 01/21/2015 - 18:00 Português
Poesia/Pensamentos PALAVRAS À LUPA 0 2.549 01/20/2015 - 19:38 Português
Poesia/Pensamentos MADRESSILVA 0 1.564 01/19/2015 - 21:07 Português
Poesia/Pensamentos NA SOLIDÃO 0 1.845 01/17/2015 - 23:32 Português
Poesia/Pensamentos LÁPIS DE SER 0 1.836 01/16/2015 - 20:47 Português