CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Um buraco enorme em mim.

 

Um buraco …

A barraca encarnada,
Sem saudade não é nada,
Como quem perde o destino,
Pesa-lhe a vida passada,

Ainda a julgo habitada,
Pela passagem do tempo,
Esse barraco, era a morada
Do meu sonhar em tempos,

Contará amanhã o vento,
Dentro d’paredes caídas,
Imitação d’Stabat Mater,
Como quem se dá ao inútil, fútil

E sem titulo, de uma vida
Apagada do que fomos,
A barraca abandonada,
Não resistiu ao culto

Do novo, no panteão
Do firme da obra feita,
Do estorvo, mas eu
Nada sou fora dela,

A barraca é o meu mundo,
Encarnando eu a parte
Bela dela, barraca,
Barraco encarnado,

Desgraçados e iguais somos,
Eu a ele, buracos e pregos,
Mais nada. Sem fim,
Um buraco enorme em mim.

Jorge Santos (05/2018)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, junho 8, 2018 - 10:14

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 horas 9 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 10255

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral De mim não falo mais 1 558 11/16/2018 - 08:54 Português
Poesia/Geral Não ha paisagem que ame mais 10 768 11/15/2018 - 20:32 Português
Prosas/Outros Requiem for a dream 10 1.160 11/15/2018 - 20:32 Português
Poesia/Geral O rio só precisa desejar a foz 10 629 11/13/2018 - 12:43 Português
Poesia/Geral Se pudesse pegava em mim e seria outra coisa qualquer 11 680 11/13/2018 - 12:41 Português
Poesia/Geral Vivo numa casa sem vista certa 11 1.586 11/13/2018 - 12:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Amor omisso. 11 226 10/16/2018 - 16:32 Português
Poesia/Geral I can fly ... 11 225 10/16/2018 - 08:41 Português
Poesia/Geral -O corte do costume, se faz favor – 14 128 10/16/2018 - 08:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Jaz por terra... 13 133 10/16/2018 - 08:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou o oposto, 13 130 10/16/2018 - 08:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolho fugir de mim, 13 126 10/16/2018 - 08:35 Português
Ministério da Poesia/Geral Colossal o Oceano, 13 119 10/16/2018 - 08:35 Português
Ministério da Poesia/Geral No bater de duas asas​ ... 13 121 10/16/2018 - 08:34 Português
Poesia/Geral “From above to below” 13 143 10/16/2018 - 08:33 Português
Ministério da Poesia/Geral Conto … 13 107 10/16/2018 - 08:32 Português
Ministério da Poesia/Geral “From above to below” 13 112 10/16/2018 - 08:31 Português
Ministério da Poesia/Geral JOEL MATOS 14 153 10/16/2018 - 08:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Antes de tud’o mais ... 13 106 10/16/2018 - 08:30 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sinto" 13 316 10/16/2018 - 08:29 Português
Ministério da Poesia/Geral "Semper aeternum" 13 172 10/16/2018 - 08:28 Português
Ministério da Poesia/Geral Ao principio ... 14 243 10/16/2018 - 08:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Em geral ... 13 117 10/16/2018 - 08:26 Português
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 13 101 10/16/2018 - 08:25 Português
Poesia/Geral A Confissão ( A Neruda) 13 1.228 10/16/2018 - 07:54 Português