Vão-se os Modos, Esvai-se o Tempo

Dominadora da montanha
A sacudir as correntes mornas do rio
Rodopiando num frenesi inovador
É a mestria do vento
Usurpador do sol
E libertador de todas as forças estranhas
Em cada alvoroço da noite

Aguarda-se pelo rejuvenescer dos montes
Em cada amanhecer dos pinheiros
Enquanto as pinhas se soltam desregradas
E em queda livre
Apaziguada pelo tinir fresco da brisa matutina
A embaciar as vidraças ainda fechadas
Das casas dos romeiros
E dos pregoeiros
E até dos lamaceiros

As horas acasalaram já com os segundos
E os relógios não sabem quando é a hora
De rodar os ponteiros
Neste ermo coberto de musgo
Pela humidade crescente
E assente em cada morro esburacado

Vão-se todos de uma vez
Mas ficam as marcas
De uma lufada de ar fresco, talvez
A suavizar os gestos
Que de enxada na mão
Arremessam nas tumbas dos mais sacrificados
Com golpe de mestre
Os acervos
Mutilando os servos
E os almocreves, da dita plebe
Ainda sem motivação para rezar
Unificando os tempos das ditas temperanças

Vão-se os modos
Esvai-se o tempo em que se entrelaçavam
As contas do rosário
Na dureza da carne
Que enchia os dedos todos de uma só vez

Vai-se o tempo em que se castigava o chão
Com pegadas do homem a caminhar descalço
Com desembaraço
Mas esgaço 

Submited by

Thursday, December 1, 2011 - 20:29

Poesia :

No votes yet

ÔNIX

ÔNIX's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 8 years 44 weeks ago
Joined: 03/26/2008
Posts:
Points: 4027

Add comment

Login to post comments

other contents of ÔNIX

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Fotos/Landscape Porto Covo 2 829 04/07/2010 - 13:48 Portuguese
Fotos/Nature Caminhos 2 917 04/07/2010 - 13:42 Portuguese
Fotos/Nature Céu 3 902 04/07/2010 - 13:39 Portuguese
Fotos/Cities Cidade Adormecida 2 915 04/07/2010 - 13:38 Portuguese
Fotos/Cities Cantares Doces Sobre o Rio Tejo 2 892 04/07/2010 - 13:34 Portuguese
Fotos/Nature Vistas Sobre o Rio Tejo 2 769 04/07/2010 - 13:30 Portuguese
Fotos/Cities Avenida 2 1.063 04/07/2010 - 13:26 Portuguese
Fotos/Cities Correntes no Rio tejo 2 911 04/07/2010 - 13:25 Portuguese
Fotos/Landscape Rio Tejo 2 999 04/07/2010 - 13:22 Portuguese
Prosas/Romance Um Mundo Dentro de Um Mundo 4 448 04/07/2010 - 08:26 Portuguese
Poesia/Meditation Margens de Mim 9 450 03/31/2010 - 15:56 Portuguese
Poesia/Sadness Tão Sozinha 11 584 03/31/2010 - 15:54 Portuguese
Poesia/Meditation Inferno dos Poetas (Parte II) 6 417 03/31/2010 - 15:52 Portuguese
Poesia/Meditation Inferno dos Poetas (Parte I) 7 512 03/31/2010 - 15:51 Portuguese
Poesia/Dedicated Estrada Sem Nome (Para Inês Dunas) 6 520 03/31/2010 - 15:48 Portuguese
Poesia/Meditation Coisas Outras, Sonhos Muitos 3 501 03/31/2010 - 15:46 Portuguese
Poesia/Meditation Quisera Eu...(com Jomasipe) 6 492 03/31/2010 - 15:43 Portuguese
Poesia/Love Imagina-me 13 936 03/31/2010 - 15:41 Portuguese
Prosas/Others Rituais Esquizofrénicos 6 775 03/28/2010 - 21:27 Portuguese
Fotos/Landscape Rio Tejo 2 980 03/16/2010 - 11:45 Portuguese
Poesia/Dedicated A Tua Poesia (Para Giraldof) 8 665 03/12/2010 - 18:39 Portuguese
Prosas/Others Verticalidades (Para JLL) 6 467 03/11/2010 - 17:38 Portuguese
Prosas/Romance Há Sempre Um Novo Amanhã 10 550 03/11/2010 - 17:30 Portuguese
Prosas/Romance Pinto as Cores do Desejo 0 784 03/11/2010 - 17:22 Portuguese
Poesia/Meditation Inconstâncias 4 553 03/10/2010 - 13:32 Portuguese