Deus! Cuida de mim!

No profundo da minha dor eu clamei
Queria ouvir uma voz que me ouvisse
Que olhasse para mim
Alguém que estendesse suas mãos
E me ajudasse.
Eu me sentia sozinho
Parecia que tudo estava contra mim
Pessoas me olhavam com ódio
Olhares de rancor queriam ver o meu fim
E meus passos vacilaram.
Na minha angústia eu clamei:
- Deus, cuida de mim!
No mais profundo do abismo
Na escuridão tenebrosa da solidão
Onde eu não encontrava mais esperança
Eis que as mãos suaves do Senhor
Foram estendidas para mim.

Acusaram-me com mentiras
E disseram que eu não ia conseguir.
Os meus pecados lançavam em meu rosto
E uma dor terrível se apoderou de mim
Eu só queria ouvir uma voz de amor
De compaixão.
Na minha angústia eu clamei:
- Deus, cuida de mim!
Eu sei o quanto sou falho diante de ti
Mas, não permita que meus inimigos zombem de mim
Eles querem ver o meu fim
A minha queda
Não permita, oh Senhor!
Deveras sou teu servo e busco a tua face
Com lágrimas de arrependimento.
Se não fora a tua bondade
Certamente eles teriam prevalecido contra o teu servo.
Na minha angústia eu clamei:
- Deus, cuida de mim!
E o Senhor
Com suas mãos de puro amor estendida sobre mim
Ajuda-me a caminhar.

Poema: Odair José, o Poeta Cacerense

http://odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

Friday, September 11, 2015 - 00:13

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

Odairjsilva's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 10 hours 25 min ago
Joined: 04/07/2009
Posts:
Points: 8344

Add comment

Login to post comments

other contents of Odairjsilva

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Love Onde está meu coração 3 47 08/08/2022 - 13:22 Portuguese
Poesia/Meditation A Solidão e o Cativeiro 3 64 08/05/2022 - 19:59 Portuguese
Poesia/Intervention Realidade inquietante 3 55 08/04/2022 - 20:55 Portuguese
Poesia/Disillusion Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 83 08/03/2022 - 20:40 Portuguese
Poesia/Love Deixei a tarde para você 3 45 08/02/2022 - 19:04 Portuguese
Poesia/Meditation Calmaria para o coração 3 120 08/01/2022 - 12:56 Portuguese
Poesia/Disillusion A morte é só pedra do esquecimento 3 137 07/30/2022 - 12:48 Portuguese
Poesia/Love Te amei sem que eu o soubesse 3 173 07/29/2022 - 13:56 Portuguese
Poesia/Disillusion Tento voar 3 59 07/28/2022 - 15:15 Portuguese
Poesia/Intervention Escravos Institucionalizados 3 101 07/27/2022 - 13:34 Portuguese
Poesia/Love E se eu não conseguir ler 3 128 07/25/2022 - 19:17 Portuguese
Fotos/Art Dia Nacional do Escritor 0 41 07/25/2022 - 12:48 Portuguese
Poesia/Love Quando aprendi a te amar 3 112 07/23/2022 - 13:58 Portuguese
Poesia/Intervention Em uma rua qualquer de algum lugar 3 94 07/22/2022 - 13:19 Portuguese
Poesia/Intervention Para onde caminha a humanidade? 3 266 07/21/2022 - 12:49 Portuguese
Poesia/Meditation O melhor presente 3 84 07/20/2022 - 14:31 Portuguese
Poesia/Intervention A miséria que vira rotina 3 143 07/19/2022 - 22:09 Portuguese
Poesia/Intervention A metamorfose do futuro 3 309 07/19/2022 - 13:57 Portuguese
Poesia/Love No peito um coração que sorria 3 105 07/18/2022 - 22:33 Portuguese
Poesia/Thoughts Não tenho tempo a esperar 3 140 07/18/2022 - 12:46 Portuguese
Videos/Poetry Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 31 07/17/2022 - 15:41 Portuguese
Videos/Poetry Onde estão todas as crianças perdidas? 0 45 07/16/2022 - 15:40 Portuguese
Poesia/Intervention Onde estão todas as crianças perdidas? 3 143 07/15/2022 - 18:56 Portuguese
Poesia/Meditation Tirado do fundo do poço 3 104 07/15/2022 - 13:39 Portuguese
Poesia/Joy A sublime alma do poeta 3 148 07/14/2022 - 13:44 Portuguese