Fantasmas de um tempo passado

O que vejo perturba minha mente
Já um tanto confusa
Com o que não sei entender;
O que não vejo perturba-me bem mais
E tira-me o sono
A paz que um dia tanto desejei
E só tive quando ainda era criança.

Porque o mundo tem que ser assim
Assustador o tempo todo?
Porque ouço o choro das crianças
E as vejo correr pelas ruas?
Ninguém nota uma vida desgraçada
Nem mesmo nas vitrines dos shoppings
A maioria segue suas vidas medíocres
Como se nada estivesse acontecendo.

Fecho os olhos e vejo os fantasmas
Fantasmas de um tempo passado
Casas sendo derrubadas
Pobres sendo jogados para longe
Porque os ricos precisam de espaço.

Tudo é tão sombrio por aqui
E nem mesmo as borboletas as vejo mais
Porque não existe nenhum jardim
Depois que foram destruídos pelas bombas
Dejetos a céu aberto
Na cidade que se diz a Princesinha.

Um jovem senta solitário no banco da praça
E nota o tempo passar silenciosamente
Como os transeuntes apressados na calçada
E nada parece não fazer sentido nenhum.

Fantasmas podem ser vistos no alto da torre da Igreja
No Anjo da Ventura
Nas câmeras indiscretas
Nas fachadas das casas comerciais
Fantasmas de tempo passado
De quando o mundo parecia ser um lugar legal
Onde existia espaço para todos
Que quisessem sonhar.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

Monday, May 9, 2022 - 13:26

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

Odairjsilva's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 22 hours 7 min ago
Joined: 04/07/2009
Posts:
Points: 8376

Comments

Odairjsilva's picture

Visitem os

Odairjsilva's picture

Visitem os

Odairjsilva's picture

Visitem os

Add comment

Login to post comments

other contents of Odairjsilva

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Intervention A escória da humanidade 3 33 08/11/2022 - 20:18 Portuguese
Poesia/Disillusion Perdido nas ruas 3 67 08/10/2022 - 19:49 Portuguese
Poesia/Thoughts Poesia, melodia e fantasia 3 54 08/09/2022 - 23:48 Portuguese
Poesia/Disillusion Vacilo 3 46 08/09/2022 - 19:55 Portuguese
Poesia/Love Onde está meu coração 3 80 08/08/2022 - 13:22 Portuguese
Poesia/Meditation A Solidão e o Cativeiro 3 82 08/05/2022 - 19:59 Portuguese
Poesia/Intervention Realidade inquietante 3 79 08/04/2022 - 20:55 Portuguese
Poesia/Disillusion Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 95 08/03/2022 - 20:40 Portuguese
Poesia/Love Deixei a tarde para você 3 58 08/02/2022 - 19:04 Portuguese
Poesia/Meditation Calmaria para o coração 3 146 08/01/2022 - 12:56 Portuguese
Poesia/Disillusion A morte é só pedra do esquecimento 3 149 07/30/2022 - 12:48 Portuguese
Poesia/Love Te amei sem que eu o soubesse 3 184 07/29/2022 - 13:56 Portuguese
Poesia/Disillusion Tento voar 3 62 07/28/2022 - 15:15 Portuguese
Poesia/Intervention Escravos Institucionalizados 3 105 07/27/2022 - 13:34 Portuguese
Poesia/Love E se eu não conseguir ler 3 132 07/25/2022 - 19:17 Portuguese
Fotos/Art Dia Nacional do Escritor 0 45 07/25/2022 - 12:48 Portuguese
Poesia/Love Quando aprendi a te amar 3 117 07/23/2022 - 13:58 Portuguese
Poesia/Intervention Em uma rua qualquer de algum lugar 3 97 07/22/2022 - 13:19 Portuguese
Poesia/Intervention Para onde caminha a humanidade? 3 282 07/21/2022 - 12:49 Portuguese
Poesia/Meditation O melhor presente 3 92 07/20/2022 - 14:31 Portuguese
Poesia/Intervention A miséria que vira rotina 3 153 07/19/2022 - 22:09 Portuguese
Poesia/Intervention A metamorfose do futuro 3 313 07/19/2022 - 13:57 Portuguese
Poesia/Love No peito um coração que sorria 3 113 07/18/2022 - 22:33 Portuguese
Poesia/Thoughts Não tenho tempo a esperar 3 145 07/18/2022 - 12:46 Portuguese
Videos/Poetry Tirado do fundo do poço - Vídeo 0 36 07/17/2022 - 15:41 Portuguese