CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A busca pelo conhecimento

A caminhada da vida não é nada fácil
Dúvidas são brumas sombrias em momentos de tristeza
Que tiram a paz do coração
Provocando medo e causando o caos
Impedindo que possamos prosseguir.

Vespas que ferroam a alma
Pode neutralizar as forças que temos
E tentar cortar as asas que voamos.

Vinagre misturado com o fel da morte
Causa-nos um mal estar terrível
E alguns são neutralizados com isso.

Sei, então, que a escuridão não é escura
Quando posso enxergar a luz verdadeira
A chama que brilha intensamente no fundo da alma
Dos cômodos de cima temos uma visão mais ampla
Por isso subo o mais alto que posso
Na esperança de alcançar o conhecimento
Para ter a liberdade que tanto almejo.

Homens são mendigos nas grandes cidades
Imploram uma esmola nos semáforos ou batem de porta em porta
De que adianta a aljava vazia
Quando não podes mais ter nenhuma flecha
Como fará para enfrentar o seu inimigo número um:
A ignorância?

A busca pelo conhecimento
É uma árdua batalha contra o obscurantismo
Mas nos leva ao mais alto lugar
Onde podemos ter uma visão ampla de tudo
Por isso não podemos parar!

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

www.odairpoetacacerense.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, abril 21, 2021 - 12:43

Poesia :

No votes yet

Odairjsilva

imagem de Odairjsilva
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 18 horas 44 minutos
Membro desde: 04/07/2009
Conteúdos:
Pontos: 8400

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odairjsilva

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Quase sem querer 3 74 08/15/2022 - 13:34 Português
Poesia/Meditação Um casamento entre o céu e o inferno 3 143 08/13/2022 - 14:59 Português
Poesia/Desilusão No canto silencioso do coração 3 49 08/12/2022 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção A escória da humanidade 3 69 08/11/2022 - 20:18 Português
Poesia/Desilusão Perdido nas ruas 3 117 08/10/2022 - 19:49 Português
Poesia/Pensamentos Poesia, melodia e fantasia 3 79 08/09/2022 - 23:48 Português
Poesia/Desilusão Vacilo 3 60 08/09/2022 - 19:55 Português
Poesia/Amor Onde está meu coração 3 95 08/08/2022 - 13:22 Português
Poesia/Meditação A Solidão e o Cativeiro 3 90 08/05/2022 - 19:59 Português
Poesia/Intervenção Realidade inquietante 3 89 08/04/2022 - 20:55 Português
Poesia/Desilusão Que essa ilusão morra enquanto ainda é esperança 3 111 08/03/2022 - 20:40 Português
Poesia/Amor Deixei a tarde para você 3 66 08/02/2022 - 19:04 Português
Poesia/Meditação Calmaria para o coração 3 163 08/01/2022 - 12:56 Português
Poesia/Desilusão A morte é só pedra do esquecimento 3 154 07/30/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Te amei sem que eu o soubesse 3 206 07/29/2022 - 13:56 Português
Poesia/Desilusão Tento voar 3 65 07/28/2022 - 15:15 Português
Poesia/Intervenção Escravos Institucionalizados 3 109 07/27/2022 - 13:34 Português
Poesia/Amor E se eu não conseguir ler 3 140 07/25/2022 - 19:17 Português
Fotos/Artes Dia Nacional do Escritor 0 51 07/25/2022 - 12:48 Português
Poesia/Amor Quando aprendi a te amar 3 126 07/23/2022 - 13:58 Português
Poesia/Intervenção Em uma rua qualquer de algum lugar 3 103 07/22/2022 - 13:19 Português
Poesia/Intervenção Para onde caminha a humanidade? 3 301 07/21/2022 - 12:49 Português
Poesia/Meditação O melhor presente 3 115 07/20/2022 - 14:31 Português
Poesia/Intervenção A miséria que vira rotina 3 170 07/19/2022 - 22:09 Português
Poesia/Intervenção A metamorfose do futuro 3 321 07/19/2022 - 13:57 Português