CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Caminhar

Sei que o meu caminho tortuoso da escuridão
Tem de ser feito a sós
O pedido de socorro será em vão
Não existirá ninguém, à minha espera
Não haverá ninguém para me ouvir
Nenhum valimento me será dado na Terra

O jogo da vida acabará
Mais tarde ou mais cedo!
Pedras caem do precipício sem fim
Corro, evito-as, protejo-me num salto
Vão-me delapidar
Mas elas continuam a cair do alto

Encerro-me pela floresta sombria
Olhos reluzentes espreitam-me
Monstros aguardam para me dilacerar
Os sentidos estão alerta
Não posso descansar

Um descuido e despedaçam -me a pele
Devoram-me os membros
Sob as desapaixonadas estrelas
Cravam-me os caninos
E o meu corpo é alimento para feras

Caminho!
E o abismo assustador espreita
Perdem-se os seres na sua imensidão
Quero voar!
Empreendo o salto, mas em vão
Faltam-me as asas no instante
Mesmo assim flutuo na existência desatinada
Numa procura incessante e desgovernada!

Sou apenas uma criatura
Que te busca nas trevas pois és luz
Sou espírito guerreiro e revoltado
Que te anseia porque és paz
Sou apenas um animal com sede
Que te procura porque és água pura
Sou alma que se abre perante o teu olhar
Pois és alívio para a colossal amargura!

Submited by

quarta-feira, agosto 6, 2008 - 19:50

Poesia :

No votes yet

AnaMaria

imagem de AnaMaria
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 20 semanas
Membro desde: 05/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 431

Comentários

imagem de Henrique

Re: Caminhar

Um poema com arte, razão e sentimento!!!

:-)

imagem de zizo

Re: Caminhar

Poderoso o seu poema AnaMaria. Palavras arrebatadoras.
Muito bom. ;)
Bjs

imagem de ÔNIX

Re: Caminhar

Os humanos estão sempre prontos a fazer experiências que vão torná-los mais pesados e mais sombrios...Se ao menos eles soubessem não ir demasiado longe e tirar algums conclusões úteis do pouco que terão vivido! Mas não, eles fazem a experiência a fundo e não só uma vez, mas dez vezes, cem vezes! Não lhes vem à ideia que ficarão sem qualquer energia para o dia em que talvez queiram tentar experiências espirituais. Por que não hão-de querer? Pode vir o dia em que finalmente, cansados de terem mergulhado em pântanos, eles decidam conhecer a pureza, a luz. Mas será impossível, eles não terão nem os meios nem e força para isso. Imaginar que tudo é possível, que se pode subir ao céu depois de ter descido durante anos ao inferno, é não conhecer nada da psicologia da vida. Já se entrou em colapso, está-se sujo, entorpecido, desgastado, e julga-se que se vai percorrer os céus? Que ingenuidade, que ignorância.
Omraam Mikhael Aivanhov

Ana, estava a ler este livro e quando entrei aqui e vi o seu poema, não hesitei e deixar este registo...

Mais um poema para reflexão.

Um beijo

Dolores

imagem de AnaMaria

Re: Caminhar

Obrigada pelo comentário Dolores. Realmente o texto que me enviou está bastante relacionado com o poema que escrevi.
O que quis salientar foi exactamente o paradoxo da vida humana, enquanto vamos fazendo escolhas erradas, esquecendo-nos de procurar a essência da vida...

Beijinho de respeito e admiração para si.

Ana Maria

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaMaria

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Amor e paixão 5 702 02/19/2012 - 12:00 Português
Videos/Perfil 135 0 949 11/24/2010 - 21:48 Português
Fotos/ - 367 0 897 11/23/2010 - 23:35 Português
Fotos/ - 360 0 983 11/23/2010 - 23:35 Português
Fotos/ - 359 0 993 11/23/2010 - 23:35 Português
Fotos/ - 366 0 1.067 11/23/2010 - 23:35 Português
Poesia/Meditação Castelos de ilusões 3 544 02/27/2010 - 20:32 Português
Poesia/Tristeza Ausência 6 661 02/27/2010 - 19:16 Português
Poesia/Tristeza Lua de afectos 4 627 02/27/2010 - 19:10 Português
Poesia/Desilusão Bússula esquecida 6 596 02/27/2010 - 18:37 Português
Poesia/Meditação Desventura 3 627 02/27/2010 - 18:33 Português
Poesia/Meditação Veias de sangue e tinta 2 571 02/27/2010 - 15:21 Português
Poesia/Tristeza Caminhar 4 615 02/27/2010 - 14:37 Português
Poesia/Aforismo Ablução 5 687 02/26/2010 - 18:18 Português
Poesia/Dedicado Perdoa! 4 708 02/26/2010 - 17:54 Português
Poesia/Amor O esvoaçar da tua voz 3 457 02/26/2010 - 17:20 Português
Poesia/Paixão Quebra-cabeças 4 433 02/26/2010 - 17:08 Português
Poesia/Tristeza Vida inacabada 2 542 02/26/2010 - 17:02 Português
Poesia/Dedicado Beijo de liberdade 3 585 02/26/2010 - 13:49 Português
Poesia/Amor Saudades do teu abraço 3 477 02/26/2010 - 13:46 Português
Poesia/Amizade Só a mim pertenço!... (Vony Ferreira e Ana Maria Oliveira) 4 541 02/26/2010 - 13:44 Português
Poesia/Meditação Silêncio e paz 4 536 02/26/2010 - 13:38 Português
Poesia/Dedicado Se um dia... Mulher! 3 628 02/26/2010 - 13:31 Português
Poesia/Dedicado Perdão 2 531 02/26/2010 - 13:27 Português
Poesia/Amizade Repousa no meu ombro 2 744 02/26/2010 - 13:23 Português