CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Desire


"Quem és? - Perguntei ao desejo.
                Respondeu - Lava. Depois pó. Depois nada."

                                    Hilda Hilst
Sou objeto de cortejo
com perfume subliminar.
Um conclave em lampejos
prestes a atingir o limiar.

Dos perpétuos o mais volátil.
Primitivo,
versátil.
Irmão mais velho
do pecado.
Aquele que atropela
os significados.

Subjetivo,
de lábios lascivos
como um sonho vívido
que rasga as arestas da ética
com formas geométricas.
Assistente social
do ego e do medo.
Gêmeo bivitelino do desespero.
Publicitário
de marketing efêmero.

Desafio que cega o destino,
quando não correspondido
causo desatino.
Faço o deleite
sucumbir como delírio.
Pois, os prazeres...
Os prazeres
são meus ventriloquos.

Sou ritmo em desenfreio,
das sensações, o seio.
Jamais serei o mesmo!
Sem fim, começo ou meio.
Possuído e possuidor.
Sou o desejo.
 

- Sabe o que acontece quando o desejo acaba?
- Não. O que acontece?
- O Desejo nunca acabou. Quando o Desejo cessa, é porque realmente, desejou cessar. E quanto a você, deseja desejar?

Bruno Sanctus.

Submited by

domingo, outubro 20, 2013 - 05:02

Poesia :

No votes yet

Bruno Sanctus

imagem de Bruno Sanctus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 37 semanas
Membro desde: 04/14/2013
Conteúdos:
Pontos: 299

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Bruno Sanctus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Ontogênese 1 337 05/29/2014 - 21:33 Português
Poesia/Fantasia Orpheus 0 540 03/16/2014 - 04:40 Português
Poesia/Dedicado Genitora 0 513 01/27/2014 - 03:06 Português
Prosas/Pensamentos A Máquina do Tempo 2 515 01/08/2014 - 14:58 Português
Poesia/Paixão Tarantismo 0 762 01/08/2014 - 14:51 Português
Poesia/Geral Rejuvenescido 0 693 12/09/2013 - 15:59 Português
Poesia/Geral Lembranças de Nosso Aparthaid 0 385 12/05/2013 - 15:43 Português
Poesia/Geral Liberté 0 406 11/15/2013 - 17:14 Português
Poesia/Amor Endimião e Selene 0 1.634 11/15/2013 - 16:59 Português
Poesia/Fantasia A Odisseia 0 551 11/15/2013 - 16:53 Português
Poesia/Geral Persuasão 0 456 10/30/2013 - 17:50 Português
Poesia/Fantasia {Σn+torp.[(-e)²:cen]-t√e²}= 2 987 10/30/2013 - 17:22 Português
Poesia/Fantasia O Eremita 0 548 10/25/2013 - 00:59 Português
Poesia/Fantasia Hiperbole 0 753 10/25/2013 - 00:45 Português
Poesia/Erótico Paixões Corruptíveis 0 1.294 10/23/2013 - 00:18 Português
Prosas/Tristeza Parque das Verdades 0 617 10/23/2013 - 00:09 Português
Poesia/Erótico Destile-me 0 535 10/22/2013 - 23:56 Português
Poesia/Geral Psicogonia 2 633 10/21/2013 - 18:21 Português
Poesia/Tristeza Decaído 0 576 10/21/2013 - 04:25 Português
Poesia/Dedicado Gaia 0 470 10/21/2013 - 04:16 Português
Poesia/Fantasia Libris Scripta 0 480 10/21/2013 - 04:07 Português
Poesia/Fantasia Desire 0 711 10/20/2013 - 05:02 Português
Prosas/Pensamentos Mentiras 0 437 10/20/2013 - 04:22 Português
Poesia/Desilusão FREAKenstein 0 411 10/20/2013 - 04:06 Português
Poesia/Fantasia Feel 0 532 10/18/2013 - 18:11 Português