CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Escreves ou não?

 

Uma pedra amovível,
um sapato desligado do céu,
uma roupa rasgada no arame;
a palavra diluída no fermento,
o público que ressuscita
no pelourinho da vila
em limite infame.
 

Gira a bola no planalto,
está na hora de regressar.
A chave está partida
na heróica despedida
de um poeta sem cor.
Arde o projecto
de um pergaminho novo.
 

Uma pedra regressa
ao fermento da partida.
A chave ressuscita
e no pelourinho
cai a bola do projecto.
O poeta arde na palavra diluída,
o público de arame não existe.
 

Está na hora de escrever
um pergaminho público,
uma vila inteira
espelhada no azul do céu.
O sapato move-se na luz
e no planalto chora.

 

                                         - Poeta, escreves ou não?

Submited by

terça-feira, fevereiro 21, 2012 - 00:10

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

rainbowsky

imagem de rainbowsky
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 5 semanas
Membro desde: 02/20/2010
Conteúdos:
Pontos: 1944

Comentários

imagem de Joel

Escreves ou não?

Escreves ou não?

imagem de Henricabilio

palavra

possa a palavra poder sempre erguer-se
e mostrar de sua justiça, o quanto vale.

Saudações!

Abilio

imagem de Jorge Humberto

Repetindo o que aqui de ilustres poetas ficou

Repetindo o que aqui de ilustres poetas ficou... também eu descobri em teus versos um originalidade tremenda,
inigmas para serem decifrados, pelos olhos cuidadosos de quem te lê.

Se disparate ou não mais descobri em teus versos: Lírismo: Como nesta estrofe:

Está na hora de escrever
um pergaminho público,
uma vila inteira
espelhada no azul do céu.
 

E o poeta escreveu...
 

Gostaria que fossemos amigos, para tal envio-te convite, espero merecer tamanha honra... E quem sabe um dia possas visitar meu cantinho de poesia. Prazer em te descobrir!
 

Abraços meus
Jorge Humberto

imagem de MariaButterfly

- Poeta, escreves ou

- Poeta, escreves ou não?

Depois da pedra que esmagou

Da corda que enlaçou

Do caminho que não tem regresso

Na palavra que queimou

Chegou a hora de mostrar.

e…o poeta escreveu.

Gosto sempre de te ler!
Já tinha saudades,

Beijo
 

imagem de Odete Ferreira

Quase me sinto incapaz de

Quase me sinto incapaz de te comentar, amigo rainbowsky!

Surpreendente, sempre, a tua forma de colocares sentidos nos versos.

És um artífice das palavras! Admiro a tua originalidade! Há uma marca de surrealismo na tua poesia!

Bjosmiley

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of rainbowsky

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Na dobra dos beijos 4 2.119 03/13/2018 - 16:46 Português
Poesia/Tristeza Aquela outra lágrima 11 971 03/10/2018 - 10:42 Português
Poesia/Dedicado Posso falar-te... 4 859 03/08/2018 - 18:10 Português
Fotos/Outros Grito de melancolia 1 2.432 03/08/2018 - 18:10 Português
Poesia/Tristeza Escreves ou não? 5 1.129 03/08/2018 - 18:08 Português
Poesia/Tristeza Frieza 3 1.323 02/27/2018 - 09:52 Português
Poesia/Intervenção Gestos relevantes 1 1.131 01/31/2012 - 00:02 Português
Poesia/Tristeza Mais que uma viagem 1 1.819 12/27/2011 - 00:44 Português
Poesia/Desilusão Volátil - Parte III de III 2 1.288 12/22/2011 - 14:59 Português
Poesia/Desilusão Volátil - Parte II de III 2 1.411 12/22/2011 - 14:41 Português
Culinária/Bolos TARTE DE MAÇÃ DO RAIN 1 1.526 11/28/2011 - 01:34 Português
Poesia/Desilusão Volátil - Parte I de III 8 1.659 11/23/2011 - 14:42 Português
Poesia/Tristeza Delírios 1 1.445 11/08/2011 - 19:42 Português
Poesia/Tristeza A verdade chega 3 1.519 11/01/2011 - 14:29 Português
Poesia/Tristeza A dimensão 1 1.624 10/27/2011 - 21:31 Português
Poesia/Tristeza Formas difíceis 3 1.531 10/25/2011 - 15:07 Português
Poesia/Tristeza Sanguessugas transversais 0 1.576 09/01/2011 - 21:12 Português
Poesia/Tristeza No avesso da alma 2 2.177 08/20/2011 - 23:27 Português
Poesia/Tristeza Luz fugitiva 2 2.290 08/15/2011 - 21:35 Português
Poesia/Tristeza VIOLA ODORATA 1 2.653 08/06/2011 - 00:23 Português
Poesia/Pensamentos Murmúrio e subtileza 6 1.173 07/18/2011 - 19:44 Português
Poesia/Tristeza Sentimento 2 1.653 07/10/2011 - 12:52 Português
Poesia/Desilusão Correndo para o abismo 2 1.638 06/28/2011 - 00:52 Português
Poesia/Meditação O campo da alma 4 1.871 06/14/2011 - 12:32 Português
Poesia/Intervenção Défice geométrico 1 1.502 05/03/2011 - 22:49 Português