CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Ejaculação Verborrágica

"Vocês não gostarão de mim..."

Sou você,
quando ejacula!
Sou a esposa,
frígida,
que simula.
E, às escondidas...
se masturba.
Sou o filho pródigo,
que supera
o próprio
pai,
quando resolve
assumir os negócios.
Ai, sórdido...
Sou a falácia
de beatas impudicas.
O erguer
do flácido cetro
da hipocrisia.
Incisão, o decreto
do clichê
com precisão
cirúrgica.
A quimera
que faz incesto
com utopias.
A fobia,
que fornica
com a inércia
nos lençóis
da véspera
sem a poesia
anestésica.
Venha...
Beba meu néctar!
a dualidade
simultânea dispersa.
Brindemos a ignorância
coletiva.
A fútil publicidade
que cativa.
Os comboios
que molham as
coxas de suas filhas.
Aceitamos o celibato
mental.
Esse derramamento
de sangue virginal.
Viva a indiferença
hasteada: omissão
em suas nádegas.
Rejeição viril.
impotência precoce.
o câncer em sua próstata
sem prótese.
A herança sanguínea,
cordão umbilical
de fibra ótica.
Dst's subversivas.
Deficiência congênita.
Retomem o fôlego,
ignorem o ideal
que se foi no aborto.
Reverenciem a religião
do mal
e a superstição
do orgasmo demagogo.
Obrigado pelo deleite,
meus amados,
agora vejo um filete
do meu sêmen
escorrendo em seus lábios.

"Eu te condeno a ser você pelo resto de seus dias..."

Bruno Sanctus.

Prologo: O Libertino

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=XsWLL8ba3ic

Submited by

quinta-feira, junho 20, 2013 - 01:42

Poesia :

No votes yet

Bruno Sanctus

imagem de Bruno Sanctus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 5 semanas
Membro desde: 04/14/2013
Conteúdos:
Pontos: 299

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Bruno Sanctus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Ontogênese 1 402 05/29/2014 - 20:33 Português
Poesia/Fantasia Orpheus 0 597 03/16/2014 - 03:40 Português
Poesia/Dedicado Genitora 0 556 01/27/2014 - 02:06 Português
Prosas/Pensamentos A Máquina do Tempo 2 558 01/08/2014 - 13:58 Português
Poesia/Paixão Tarantismo 0 822 01/08/2014 - 13:51 Português
Poesia/Geral Rejuvenescido 0 759 12/09/2013 - 14:59 Português
Poesia/Geral Lembranças de Nosso Aparthaid 0 426 12/05/2013 - 14:43 Português
Poesia/Geral Liberté 0 452 11/15/2013 - 16:14 Português
Poesia/Amor Endimião e Selene 0 1.760 11/15/2013 - 15:59 Português
Poesia/Fantasia A Odisseia 0 603 11/15/2013 - 15:53 Português
Poesia/Geral Persuasão 0 576 10/30/2013 - 16:50 Português
Poesia/Fantasia {Σn+torp.[(-e)²:cen]-t√e²}= 2 1.044 10/30/2013 - 16:22 Português
Poesia/Fantasia O Eremita 0 605 10/24/2013 - 23:59 Português
Poesia/Fantasia Hiperbole 0 834 10/24/2013 - 23:45 Português
Poesia/Erótico Paixões Corruptíveis 0 1.344 10/22/2013 - 23:18 Português
Prosas/Tristeza Parque das Verdades 0 692 10/22/2013 - 23:09 Português
Poesia/Erótico Destile-me 0 608 10/22/2013 - 22:56 Português
Poesia/Geral Psicogonia 2 697 10/21/2013 - 17:21 Português
Poesia/Tristeza Decaído 0 633 10/21/2013 - 03:25 Português
Poesia/Dedicado Gaia 0 519 10/21/2013 - 03:16 Português
Poesia/Fantasia Libris Scripta 0 536 10/21/2013 - 03:07 Português
Poesia/Fantasia Desire 0 819 10/20/2013 - 04:02 Português
Prosas/Pensamentos Mentiras 0 486 10/20/2013 - 03:22 Português
Poesia/Desilusão FREAKenstein 0 461 10/20/2013 - 03:06 Português
Poesia/Fantasia Feel 0 590 10/18/2013 - 17:11 Português