CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Continuum

Tempo, propulsão etérica. Passado, presente e futuro: algoritmos. Uma sequencia bem definida que não pertence ao mesmo conjunto. É complementar e inexistente. Confuso? Continuum paradoxal. Destino? O destino está pré-destinado a ter catarata. "Take it easy, my brother Charles." Existe um mundo nas palmas de suas mãos. Equivocado, a ponto de enxergar as linhas horizontais e desconhecer as pessoas. A pequena Cloto, teceu um novo fio. A jovem Láquesis, sorteia o caminho - os louros da vida. - E, mantemos a anciã Átropos, com sua tesoura cega, longe do fio de prata que outrora fora tecido. Evitando que o encontro dessas retas paralelas possam desapontar-nos. Desapontado como destino quando perde a ponta. Estar destinado é carma de espirito. É saber o que irá acontecer e não evitar os fatos. Do contrário, todos os acontecimentos seriam surpresas. Infindável. Ad infinitum. E antes que queiramos processar a vida por danos morais. Em uma das cláusulas que passara despercebida, estava escrito: Você tem direito à uma vida. Nem a menos, nem a mais. E não importa se esta dure seiscentos anos, ou dois dias. Aos olhos de Tânatos, são equivalentes a uma vida.

Bruno Sanctus.

Submited by

terça-feira, junho 25, 2013 - 02:10
No votes yet

Bruno Sanctus

imagem de Bruno Sanctus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 29 semanas
Membro desde: 04/14/2013
Conteúdos:
Pontos: 299

Comentários

imagem de SweetPoison

5*'s

[Estas caras dolorosamente errantes,
Estes seres humanos frios e distantes
Podem não ser o teu caminho
(Quem sabe, parte de um outro caminho
Que percorrias antes)]

Hajam mais noites assim.

imagem de Bruno Sanctus

Uou!

Grazie, mademoiselle.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Bruno Sanctus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Ontogênese 1 468 05/29/2014 - 21:33 Português
Poesia/Fantasia Orpheus 0 686 03/16/2014 - 04:40 Português
Poesia/Dedicado Genitora 0 616 01/27/2014 - 03:06 Português
Prosas/Pensamentos A Máquina do Tempo 2 607 01/08/2014 - 14:58 Português
Poesia/Paixão Tarantismo 0 901 01/08/2014 - 14:51 Português
Poesia/Geral Rejuvenescido 0 825 12/09/2013 - 15:59 Português
Poesia/Geral Lembranças de Nosso Aparthaid 0 481 12/05/2013 - 15:43 Português
Poesia/Geral Liberté 0 519 11/15/2013 - 17:14 Português
Poesia/Amor Endimião e Selene 0 1.942 11/15/2013 - 16:59 Português
Poesia/Fantasia A Odisseia 0 663 11/15/2013 - 16:53 Português
Poesia/Geral Persuasão 0 657 10/30/2013 - 17:50 Português
Poesia/Fantasia {Σn+torp.[(-e)²:cen]-t√e²}= 2 1.128 10/30/2013 - 17:22 Português
Poesia/Fantasia O Eremita 0 664 10/25/2013 - 00:59 Português
Poesia/Fantasia Hiperbole 0 940 10/25/2013 - 00:45 Português
Poesia/Erótico Paixões Corruptíveis 0 1.407 10/23/2013 - 00:18 Português
Prosas/Tristeza Parque das Verdades 0 745 10/23/2013 - 00:09 Português
Poesia/Erótico Destile-me 0 718 10/22/2013 - 23:56 Português
Poesia/Geral Psicogonia 2 778 10/21/2013 - 18:21 Português
Poesia/Tristeza Decaído 0 727 10/21/2013 - 04:25 Português
Poesia/Dedicado Gaia 0 587 10/21/2013 - 04:16 Português
Poesia/Fantasia Libris Scripta 0 593 10/21/2013 - 04:07 Português
Poesia/Fantasia Desire 0 938 10/20/2013 - 05:02 Português
Prosas/Pensamentos Mentiras 0 577 10/20/2013 - 04:22 Português
Poesia/Desilusão FREAKenstein 0 518 10/20/2013 - 04:06 Português
Poesia/Fantasia Feel 0 662 10/18/2013 - 18:11 Português