O GRITO DO INDÍGENA

O GRITO DO INDÍGENA

Somos um povo importante,
como tantos outros são,
sejamos nós Arapasos,
Anambés, ou Aruás,
uma só coisa queremos:
vivermos todos em Paz.

Somos um povo importante,
como tantos outros são,
sejamos nós Bacairis,
Alsanos ou Aparais,
no Amor temos direito
a sermos todos iguais.

Somos um povo importante,
como tantos outros são,
sejamos nós Fulniôs,
Guatos ou Uarequenas,
vos dizemos o que somos:
seres humanos. Isso apenas.

Somos um povo importante,
como tantos outros são,
sejamos nós Xucurus,
Lecuanas ou Zorós,
uma coisa vos pedimos:
RESPEITO por todos nós!

Maria Letr@

Submited by

Wednesday, March 10, 2021 - 00:16

Poesia :

No votes yet

Maria Letra

Maria Letra's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 week 4 days ago
Joined: 11/20/2012
Posts:
Points: 2677

Comments

Maria Letra's picture

O GRITO DO INDÍGENA

Muito grata, J. Thamiel, pelo seu comentário. Socialmente, o mundo seria muito mais justo, muito mais bonito. O eterno jogo de interesses vai minando aqui e ali, parecendo não haver alternativa...

J. Thamiel's picture

Coment

Interessante quando alguém distante
mostra alguma preocupação verdadeira
com coisas do meu país.

Emmanuel Macron falsamente tentou
sem nenhum conhecimento do assunto
mostrar preocupação pelo desmatamento
da Amazônia. Todo o mundo quer salvar
a floresta, mas também todo mundo sabe
que o interesse é no verde da esmeralda,
no amarelo do ouro, no vermelho do rubi,
e nas outras cores dos minérios raros.

Nenhum brasileiro aceita interferência
em nosso solo. Morreremos pelo verde.

Add comment

Login to post comments

other contents of Maria Letra

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Prosas/Tristeza VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - ATÉ QUANDO? 0 431 11/30/2023 - 01:01 Portuguese
Poesia/General AO SABOR DAS MARÉS 0 401 10/29/2023 - 11:30 Portuguese
Prosas/Others DEMOCRATICAMENTE... LETRA-SEM-TRETA! 0 761 07/09/2023 - 20:46 Portuguese
Poesia/General COMO VIVI A PANDEMIA 0 550 07/09/2023 - 20:37 Portuguese
Poesia/General AGARRA A VIDA 0 355 07/09/2023 - 20:33 Portuguese
Poesia/Love ELOS DE AMOR 0 415 06/27/2023 - 19:51 Portuguese
Poesia/Meditation SINTO FRIO 0 556 06/27/2023 - 19:22 Portuguese
Poesia/Meditation ESPERO_POR_TI_MADRUGADA 3 2.071 06/26/2023 - 20:54 Portuguese
Poesia/Sadness O FLAGELO DA PERDA 2 1.282 06/26/2023 - 20:48 Portuguese
Poesia/Meditation ETERNA BUSCA 0 381 06/10/2023 - 16:54 Portuguese
Poesia/Disillusion PRECE À VIDA 0 808 02/03/2023 - 21:51 Portuguese
Poesia/Dedicated QUANDO JULGARES-ME É UM ERRO 0 724 02/03/2023 - 13:57 Portuguese
Poesia/General ONDE COMEÇA A ESPERA 0 622 02/03/2023 - 13:52 Portuguese
Poesia/General QUEM NÃO ESTIVER BEM... QUE SE MUDE! 0 648 11/28/2022 - 00:18 Portuguese
Poesia/Thoughts OS MEUS QUERERES 0 684 11/27/2022 - 22:47 Portuguese
Poesia/Meditation SÃO PENAS...PARTES DE MIM 0 656 11/27/2022 - 22:32 Portuguese
Prosas/Others O EXCEPCIONAL INTÉRPRETE MUSICAL DIMASH QUDAIBERGEN 0 885 11/27/2022 - 00:57 Portuguese
Prosas/Others O CUSCAS QUER IR AO QATAR 0 1.567 11/27/2022 - 00:51 Portuguese
Poesia/Sadness TOXIMUNDO 0 644 11/25/2022 - 23:07 Portuguese
Críticas/Miscellaneous AINDA O IDOSO CARENCIADO 0 802 11/25/2022 - 18:42 Portuguese
Poesia/Meditation O OBVERSO DO UNIVERSO 0 805 11/25/2022 - 18:15 Portuguese
Poesia/General CORRIDA EM DIRECÇÃO À META 0 679 11/24/2022 - 17:37 Portuguese
Poesia/General CAMINHADA DE AMOR 0 868 11/24/2022 - 17:19 Portuguese
Poesia/Sadness O MUNDO ESTÁ DOENTE 0 935 11/24/2022 - 14:29 Portuguese
Poesia/General NA MIRA DE GENTE FALSA 0 1.196 06/13/2021 - 21:41 Portuguese