CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Farto!

Já não me fazes falta,
E os versos que faço, já nem por ti os rimo.
Nem sequer almejo ter-te por perto.
Perdi o teu rosto na poeira do deserto,
fechei a tua memória apagada lá no cimo,
de uma imensa montanha alta.

Quis ter-te tanto e sempre junto a mim,
mas cortaste-me o nome e jogaste-o fora,
num só golpe de ódio mesquinho.
Desejo-te que fiques sempre nesse infeliz escaninho,
onde te escondeste no dia em que te foste embora,
pondo em descanso um amor que não tinha fim.

Já nem te tenho em conta de seres gente.
Juntei todos os dias e ficou um só grão.
És partícula diminuta num espaço infinito,
és menos que o pó que se agita ao som de um grito,
e já nem sequer te reconheço em meio à solidão,
pois essa ao menos, é coisa que se sente.

 

Casimiro Teixeira

Submited by

sexta-feira, janeiro 6, 2012 - 14:25

Ministério da Poesia :

No votes yet

neomiro

imagem de neomiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 30 semanas
Membro desde: 02/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 550

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of neomiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Dedicado O Discurso do Corvo 0 762 04/26/2012 - 22:58 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Medo! 0 791 02/21/2012 - 12:36 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Tenho-te? 0 905 02/09/2012 - 11:36 Português
Ministério da Poesia/Meditação Monólogo 0 549 01/26/2012 - 13:29 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Procuro outro tempo 0 592 01/26/2012 - 13:26 Português
Ministério da Poesia/Paixão É uma dor que nasce aí. 0 1.142 01/13/2012 - 10:17 Português
Ministério da Poesia/Aforismo As mãos. 0 728 01/13/2012 - 10:14 Português
Ministério da Poesia/Amor Longe 0 651 01/13/2012 - 10:12 Português
Ministério da Poesia/Canção Até amanhã. 0 641 01/13/2012 - 10:08 Português
Ministério da Poesia/Gótico A Porta 0 756 01/13/2012 - 10:07 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Revolta cá dentro 0 688 01/13/2012 - 10:06 Português
Ministério da Poesia/Alegria Gratidão 0 644 01/13/2012 - 10:04 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Esta terra, este Mar. 0 654 01/13/2012 - 10:02 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Por ti. 0 894 01/13/2012 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Canção Um poema sem demora 0 731 01/13/2012 - 09:56 Português
Ministério da Poesia/Meditação O Profundo interior. 0 539 01/13/2012 - 09:49 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Alma doente 0 635 01/13/2012 - 09:45 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Não seremos mais amantes. 0 669 01/13/2012 - 09:42 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Mar triste, meu amor. 0 1.024 01/06/2012 - 14:44 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Vazio. 0 650 01/06/2012 - 14:40 Português
Ministério da Poesia/Amor Um quase nada. 0 614 01/06/2012 - 14:33 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Farto! 0 607 01/06/2012 - 14:25 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Desalento 0 658 01/06/2012 - 14:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Loucura Memorável 0 530 01/06/2012 - 14:19 Português
Ministério da Poesia/Amor Preciso de ti. 0 962 01/06/2012 - 14:17 Português