CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vazio.

Separados
desde o início,


Ainda anseio estar contigo.


Submersos em momentos de silêncio.


Mas foi o vazio
quem me saudou,
não tu.


Foi o vazio.
O vazio todo.



Nada saciado.
Nada cumprido.

Durmo sonos inquietos


onde não entram sonhos,


e sinto o meu corpo árido, em branco.


sozinho nesse vácuo.
 

O desconhecido em mim quer ver,


a dura realidade,


a minha paixão intocada,

que clara,
busca ansiosa os teus olhos, mas,

encontra-os sempre vazios!

sempre o vazio, o vazio!


Sei agora o que é desespero.


Meu desespero indefeso e sujo,


aquele que nem te mostro,

que te escondo nestas palavras. 

Para que não sintas o vazio das minhas lágrimas.



E o mais estranho é,


que o vazio nunca se some,
desaparece,

morre!


O vazio não enche e tem fome,

de estar vivo.



Eu não to mostro, descansa! 

Olhei em tempos,
e vi um amor já saciado, eu vi-o,

mas não mais,



nunca mais um amor vazio.

 

Casimiro Teixeira

Submited by

sexta-feira, janeiro 6, 2012 - 15:40

Ministério da Poesia :

No votes yet

neomiro

imagem de neomiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 23 semanas
Membro desde: 02/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 550

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of neomiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Dedicado O Discurso do Corvo 0 744 04/26/2012 - 23:58 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Medo! 0 769 02/21/2012 - 13:36 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Tenho-te? 0 873 02/09/2012 - 12:36 Português
Ministério da Poesia/Meditação Monólogo 0 531 01/26/2012 - 14:29 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Procuro outro tempo 0 562 01/26/2012 - 14:26 Português
Ministério da Poesia/Paixão É uma dor que nasce aí. 0 1.120 01/13/2012 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Aforismo As mãos. 0 698 01/13/2012 - 11:14 Português
Ministério da Poesia/Amor Longe 0 630 01/13/2012 - 11:12 Português
Ministério da Poesia/Canção Até amanhã. 0 604 01/13/2012 - 11:08 Português
Ministério da Poesia/Gótico A Porta 0 721 01/13/2012 - 11:07 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Revolta cá dentro 0 670 01/13/2012 - 11:06 Português
Ministério da Poesia/Alegria Gratidão 0 613 01/13/2012 - 11:04 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Esta terra, este Mar. 0 633 01/13/2012 - 11:02 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Por ti. 0 876 01/13/2012 - 11:01 Português
Ministério da Poesia/Canção Um poema sem demora 0 711 01/13/2012 - 10:56 Português
Ministério da Poesia/Meditação O Profundo interior. 0 520 01/13/2012 - 10:49 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Alma doente 0 618 01/13/2012 - 10:45 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Não seremos mais amantes. 0 628 01/13/2012 - 10:42 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Mar triste, meu amor. 0 978 01/06/2012 - 15:44 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Vazio. 0 617 01/06/2012 - 15:40 Português
Ministério da Poesia/Amor Um quase nada. 0 582 01/06/2012 - 15:33 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Farto! 0 576 01/06/2012 - 15:25 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Desalento 0 644 01/06/2012 - 15:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Loucura Memorável 0 516 01/06/2012 - 15:19 Português
Ministério da Poesia/Amor Preciso de ti. 0 932 01/06/2012 - 15:17 Português