CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Revolta cá dentro

Estou cansado de esquecer,
quero seguir em frente, mostrar peito,
gritar alto, divagar por aí, escrever um segredo,
rir, correr, amar, ser vento que assobia pelo ar,
ser parte do grande plano infinito de viver,
de estar cá, de existir, de mostrar o meu jeito,
pois estou pronto, já não tenho medo,
já não quero ficar, morrer, definhar.
Três décadas de carne aqui caminham,
roliças da parte de uma vida modorrenta,
endurecidas por feridas que não saram.
Cansada das crostas negras do esquecimento.
Não! Não serei mais daqueles que alinham,
dos pobres espíritos moldados em água barrenta,
dos que estão, que ficam, que morrem, que param.
Vou ser agora e sempre, o fôlego do momento.
O cristalizar de todos os meus anseios,
vou ser todos os momentos que ficaram encobertos.
Vou ser Homem, homem, homem... vou ser criança.
Vou esbanjar alegria pelos meus olhos abertos,
vou consegui-lo, eu sei. Por todos os fins, todos os meios,
Todos os infinitos que preenchem esta alma mansa.

 

Casimiro Teixeira

Submited by

sexta-feira, janeiro 13, 2012 - 10:06

Ministério da Poesia :

No votes yet

neomiro

imagem de neomiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 7 anos 41 semanas
Membro desde: 02/13/2011
Conteúdos:
Pontos: 550

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of neomiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Dedicado O Discurso do Corvo 0 793 04/26/2012 - 22:58 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Medo! 0 829 02/21/2012 - 12:36 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Tenho-te? 0 932 02/09/2012 - 11:36 Português
Ministério da Poesia/Meditação Monólogo 0 581 01/26/2012 - 13:29 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Procuro outro tempo 0 642 01/26/2012 - 13:26 Português
Ministério da Poesia/Paixão É uma dor que nasce aí. 0 1.181 01/13/2012 - 10:17 Português
Ministério da Poesia/Aforismo As mãos. 0 768 01/13/2012 - 10:14 Português
Ministério da Poesia/Amor Longe 0 709 01/13/2012 - 10:12 Português
Ministério da Poesia/Canção Até amanhã. 0 728 01/13/2012 - 10:08 Português
Ministério da Poesia/Gótico A Porta 0 792 01/13/2012 - 10:07 Português
Ministério da Poesia/Intervenção Revolta cá dentro 0 727 01/13/2012 - 10:06 Português
Ministério da Poesia/Alegria Gratidão 0 679 01/13/2012 - 10:04 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Esta terra, este Mar. 0 708 01/13/2012 - 10:02 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Por ti. 0 931 01/13/2012 - 10:01 Português
Ministério da Poesia/Canção Um poema sem demora 0 770 01/13/2012 - 09:56 Português
Ministério da Poesia/Meditação O Profundo interior. 0 580 01/13/2012 - 09:49 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Alma doente 0 676 01/13/2012 - 09:45 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Não seremos mais amantes. 0 744 01/13/2012 - 09:42 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Mar triste, meu amor. 0 1.089 01/06/2012 - 14:44 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Vazio. 0 692 01/06/2012 - 14:40 Português
Ministério da Poesia/Amor Um quase nada. 0 642 01/06/2012 - 14:33 Português
Ministério da Poesia/Desilusão Farto! 0 659 01/06/2012 - 14:25 Português
Ministério da Poesia/Tristeza Desalento 0 695 01/06/2012 - 14:20 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Loucura Memorável 0 550 01/06/2012 - 14:19 Português
Ministério da Poesia/Amor Preciso de ti. 0 1.010 01/06/2012 - 14:17 Português