CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Já não tenho palavras p’ra te dizer

Já não tenho palavras p’ra te dizer
A importância que tens para mim.
Tu és um anjo, és um querubim,
És meu Sol, minha razão de viver;

És uma flor do mais belo jardim;
És o sonho que nunca vou ‘squecer;
És a batalha que quero vencer;
És o dia sem começo nem fim.

P’ra não te magoar em m’afastei,
Não desisto, porém, do sonho meu:
À distância de um olhar estarei,

À espera de um qualquer sinal teu,
Porque só com o teu amor serei,
Alguém digno de dizer que viveu.


Março 2011
 

Submited by

quinta-feira, março 31, 2011 - 01:18

Poesia :

No votes yet

gaudella

imagem de gaudella
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 49 semanas
Membro desde: 03/26/2011
Conteúdos:
Pontos: 346

Comentários

imagem de MarneDulinski

Já não tenho palavras p’ra te dizer

Lindo poema, gostei muito e destaco os versos finais abaixo!

À espera de um qualquer sinal teu,
Porque só com o teu amor serei,
Alguém digno de dizer que viveu.

Meus parabéns,

MarneDulinski
 

imagem de gaudella

Obrigado pelas suas palavras

Obrigado pelas suas palavras neste e nos outros poemas que tem comentado.

 

Este soneto demorou 12 anos a ser escrito :S. os últimos 4 versos eram a quadra final de um poema de 2 páginas do qual só aquela quadra se aproveitava (e um ou outro verso lá pelo meio). Como não sabia o que fazer da quadra, hoje optei por transformá-la num soneto, tendo escrito os outros 10 versos. A minha sorte é que uso quase sempre a mesma métrica.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of gaudella

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Sweet angel. Sweet angel, with golden wings 0 588 01/05/2012 - 01:49 inglês
Poesia/Amor I’ve got a Rose Shaped Heart 0 592 01/05/2012 - 01:40 inglês
Poesia/Amor C’roa d’ouro na tua cabeça, 0 524 01/05/2012 - 01:32 Português
Poesia/Soneto Já fui uma bala, uma ‘spada 0 588 06/04/2011 - 00:42 Português
Poesia/Soneto Eu tenho um calhau como coração 0 598 06/04/2011 - 00:40 Português
Poesia/Erótico Eroticus II – Iniciação 2 1.012 05/15/2011 - 22:16 Português
Prosas/Fábula The Tiger And The Monkey 0 1.595 05/13/2011 - 16:26 inglês
Poesia/Geral Adeus Campeão (A Ayrton Senna) 1 629 05/01/2011 - 12:37 Português
Poesia/Soneto Sabes que podes contar comigo 1 837 04/28/2011 - 20:58 Português
Poesia/Soneto Sábado à Noite 1 781 04/21/2011 - 15:24 Português
Poesia/Geral Goldwasser (incomplete) 0 1.124 04/14/2011 - 13:21 inglês
Poesia/Erótico Eroticus I – O Banho 0 756 04/11/2011 - 16:40 Português
Poesia/Erótico Eroticus III – Sonhos de Cabedal 0 868 04/11/2011 - 16:36 Português
Poesia/Geral Aos senhores da guerra 1 730 04/09/2011 - 22:29 Português
Poesia/Geral Vida Incógnita 0 505 04/09/2011 - 14:23 Português
Poesia/Amor Ad Aeternum… Of dark and Bright… 1 1.254 04/08/2011 - 23:06 inglês
Poesia/Geral A Espada da Liberdade 1 834 04/06/2011 - 14:52 Português
Poesia/Geral Twelve grapes 0 1.106 04/05/2011 - 02:43 inglês
Poesia/Fantasia The Sword, The Eagle and The Dragon 1 1.101 04/03/2011 - 04:14 inglês
Poesia/Soneto Deixem que vos conte a ‘stória 2 932 03/31/2011 - 17:18 Português
Poesia/Soneto Já não tenho palavras p’ra te dizer 2 632 03/31/2011 - 03:13 Português
Poesia/Soneto Co’o rosto dum anjo celeste 1 678 03/29/2011 - 20:55 Português
Poesia/Amor Sempre. Sempre estarei aqui, por ti. 1 723 03/29/2011 - 20:43 Português
Poesia/Geral Contrabandista 1 815 03/29/2011 - 20:40 Português
Poesia/Soneto Ópio dos poetas 1 1.006 03/29/2011 - 20:32 Português