CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Monólogo da memória

Fecha os olhos. Esquece que viste os véus que libertei no vento [transparências do Ser que substituí por metros de tecido enrugado, áspero como o sol pode ser]. Esta pele que não sinto como minha, não passa de uma película que me esconde, enquanto desapareço por entre as dunas do esquecimento.

Não dei pelo tempo passar. Não notei quando a trilha se tornou agreste. Não até ser tarde. Não até ver diluídos - num mar morto, denso e crescente - todos os sonhos que sonhei. Cresce um mar onde eu definho.

Fecha os olhos sente a brisa quente. Concentra-te no movimento das ondas de areia. É ilusório, bem sei. É o calor ondulante. É o reflexo cintilante dos milhões de grãos que o vento não pára de empurrar para dentro de mim. É infértil, mas sinto-o crescer. Cresce o deserto onde eu definho.

Fecha os olhos. Concentra-te no som da chuva, no cheiro da terra molhada. Esquece que tenho sede, que estou faminta. Imagina-me e perde-te nos detalhes. Pés feridos, unhas gastas, mãos ensanguentadas, com um sorriso não se afunda, nem se soterra. É um sorriso esculpido no tronco da esperança. Desenhei-lhe a forma de uma ponte, de uma jangada, de uma tenda. É um sorrir do céu, um singelo oásis, neste meu deserto rodeado de mar, que cresce enquanto definho.

Fecha olhos, esquece-me agora…

Submited by

sábado, setembro 20, 2014 - 11:15

Prosas :

No votes yet

Ema Moura

imagem de Ema Moura
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 03/15/2011
Conteúdos:
Pontos: 317

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ema Moura

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amor Nada mais (nona carta) 0 609 09/22/2014 - 18:54 Português
Prosas/Contos «Pele...» 0 557 09/22/2014 - 18:52 Português
Prosas/Erótico Proposta 0 677 09/22/2014 - 18:50 Português
Poesia/Pensamentos Confissões de um conquistador 0 676 09/22/2014 - 18:47 Português
Poesia/Pensamentos Pintura introspectiva 0 840 09/20/2014 - 11:19 Português
Poesia/Pensamentos Silencia o teu amor 0 602 09/20/2014 - 11:17 Português
Prosas/Pensamentos Monólogo da memória 0 563 09/20/2014 - 11:15 Português
Poesia/Paixão Obsessão 0 690 09/20/2014 - 11:10 Português
Poesia/Erótico Tortura, anseio... 1 795 01/27/2013 - 22:47 Português
Prosas/Contos Inspira, relaxa e divaga... Suspira! 2 708 01/27/2013 - 17:40 Português
Prosas/Erótico Outra vez! 2 1.287 01/27/2013 - 17:36 Português
Poesia/Paixão Quero-te outra vez... 0 575 01/27/2013 - 17:08 Português
Poesia/Amor Ouve-me 1 701 01/27/2013 - 16:50 Português
Poesia/Erótico Amarro-te! 3 1.048 01/27/2013 - 16:45 Português
Poesia/Meditação Ofélia 0 682 01/12/2013 - 23:34 Português
Prosas/Contos Brilho 0 784 01/12/2013 - 23:20 Português
Prosas/Contos Esculpidos na pedra 0 577 01/12/2013 - 23:15 Português
Poesia/Amor Espero 0 755 01/12/2013 - 23:10 Português
Prosas/Romance Hoje, o céu é meu... 0 982 08/11/2011 - 14:09 Português
Poesia/Meditação Saudade poética 2 882 07/09/2011 - 02:59 Português
Prosas/Erótico O desejo é muito mais que um brilho no olhar... 0 979 07/07/2011 - 23:17 Português
Prosas/Erótico Tortura 0 807 07/07/2011 - 23:13 Português
Prosas/Pensamentos Hoje 0 924 07/07/2011 - 23:06 Português
Prosas/Erótico «Surpresa. Hoje é dia de pagamento!» 0 926 07/07/2011 - 22:59 Português
Prosas/Erótico Saltos inquietos 0 892 07/07/2011 - 22:56 Português