CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O desejo é muito mais que um brilho no olhar...

Alvos dedos, em pele da cor do amanhecer, despem tecido gentil que cobre ombros oscilantes.
»Respiro ofegante!»
Ágeis dedos percorrem a pele a nua e fria, até que o rubor estale na face e o arrepio percorra todas as fendas.
«Sinto-me humedecer...»
O tecido não é mais que um lenço com que danço, nada mais, para além de mim, carrego no meu corpo.
«Cresço!»
Perante os teus olhos e nas tuas mãos, os meus seios crescem de acordo com a minha volúpia. Tal como tu, também eu incho no prazer...
«Sente-me!»
Como se o ponteiro dos minutos tivesse congelado, dispo-me cativa em teus olhos...
«Respiro, sôfrega...»
Tu olhas sem nada dizer... Desenhas o gesto com a ponta dos dedos, enquanto o cetim cai voluntário aos nossos pés...
As aureolas exibem bicos perfeitos, convidam a um molhar de lábios, os corpos entregam-se voluntários, um incha e o outro chupa.
«Ambos humedecemos!»
Solto os cabelos, deixo que cubram os ombros em desalinho... Os teus dedos logo ficam retidos, enquanto bebo, sedenta, o mel em tua boca...
«O desejo é muito mais que um brilho no olhar...»
Dançamos e os nossos corpos fundem-se num ritmo muito pessoal... O compasso segue o pulsar do deleite e os anseios da própria carne.
«Para a cama, é urgente!»
Tarde demais para o nosso lugar de destino, a parede mais próxima serve de abrigo. Abro-me de costas para ti e exijo que me toques...
Alvos dedos, em pele da cor do amanhecer, agarram-me as rosas que florescem no meu tronco.
»Respiro ofegante!»
Ágeis dedos despertam a corrente que alberga o teu penetrar...
«Sinto-me humedecer...»
As tuas crescentes investidas amparo na fragilidade do corpo que se expõem por inteiro...
«Cresço!»
As impurezas da superfície que nos serve de cama preencho com sons que fortalecem o teu prazer. Fechas os olhos perante a intensidade...
«Sentes-me!»
O movimento é incerto, mas sempre crescente... Perco-me...
«Respiro, sôfrega...»
Trémula em teus braços, em incompreensíveis espasmos, deixo-me abater sobre o teu pescoço... Elevada acima do nível do teu tronco, presa batendo contra uma parede nua, sinto um jorro que corre de ti para mim e de mim para ti, momento em que juntos fertilizamos uma promessa de vida.
«O desejo é muito mais que um brilho no olhar...»

Publicado no blog "Olhar Joanna" e na PEAPAZ 

Submited by

quinta-feira, julho 7, 2011 - 22:17

Prosas :

No votes yet

Ema Moura

imagem de Ema Moura
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 37 semanas 2 dias
Membro desde: 03/15/2011
Conteúdos:
Pontos: 317

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ema Moura

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amor Nada mais (nona carta) 0 523 09/22/2014 - 17:54 Português
Prosas/Contos «Pele...» 0 496 09/22/2014 - 17:52 Português
Prosas/Erótico Proposta 0 594 09/22/2014 - 17:50 Português
Poesia/Pensamentos Confissões de um conquistador 0 605 09/22/2014 - 17:47 Português
Poesia/Pensamentos Pintura introspectiva 0 769 09/20/2014 - 10:19 Português
Poesia/Pensamentos Silencia o teu amor 0 543 09/20/2014 - 10:17 Português
Prosas/Pensamentos Monólogo da memória 0 497 09/20/2014 - 10:15 Português
Poesia/Paixão Obsessão 0 618 09/20/2014 - 10:10 Português
Poesia/Erótico Tortura, anseio... 1 718 01/27/2013 - 21:47 Português
Prosas/Contos Inspira, relaxa e divaga... Suspira! 2 655 01/27/2013 - 16:40 Português
Prosas/Erótico Outra vez! 2 1.184 01/27/2013 - 16:36 Português
Poesia/Paixão Quero-te outra vez... 0 511 01/27/2013 - 16:08 Português
Poesia/Amor Ouve-me 1 643 01/27/2013 - 15:50 Português
Poesia/Erótico Amarro-te! 3 940 01/27/2013 - 15:45 Português
Poesia/Meditação Ofélia 0 624 01/12/2013 - 22:34 Português
Prosas/Contos Brilho 0 697 01/12/2013 - 22:20 Português
Prosas/Contos Esculpidos na pedra 0 501 01/12/2013 - 22:15 Português
Poesia/Amor Espero 0 673 01/12/2013 - 22:10 Português
Prosas/Romance Hoje, o céu é meu... 0 925 08/11/2011 - 13:09 Português
Poesia/Meditação Saudade poética 2 803 07/09/2011 - 01:59 Português
Prosas/Erótico O desejo é muito mais que um brilho no olhar... 0 876 07/07/2011 - 22:17 Português
Prosas/Erótico Tortura 0 733 07/07/2011 - 22:13 Português
Prosas/Pensamentos Hoje 0 840 07/07/2011 - 22:06 Português
Prosas/Erótico «Surpresa. Hoje é dia de pagamento!» 0 840 07/07/2011 - 21:59 Português
Prosas/Erótico Saltos inquietos 0 830 07/07/2011 - 21:56 Português