BALADA DE AMOR

Dono de mim
sou a tua balada de amor.
Vestes a minha alma,
tão nua com o teu sabor.

É voz verdadeira
o quanto te quero ter.
Desejo a tua maneira
que trazes em ti a arder.

Acordo o meu corpo
no teu colo de paixão.
Amar-te são estrelas
no céu da noite do coração.

Sonha a meu lado
acordados num sonho vadio.
Sou apaixonado,
um ser sem ti vazio.

Submited by

Tuesday, February 23, 2010 - 01:45

Poesia :

No votes yet

Henrique

Henrique's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 5 years 15 weeks ago
Joined: 03/07/2008
Posts:
Points: 34817

Comments

Dianinha's picture

Re: BALADA DE AMOR

Uma declaração de amor...
Forte, com um final arrebatador!

"Sou apaixonado,
um ser sem ti vazio."

Lindo... :-)
Beijinho Henrique!

ÔNIX's picture

Re: BALADA DE AMOR

Olá Henrique

Tens essa forma peculiar e interessante de escrever, que me agrada

O amor, tem nas tuas palavras uma cor especial, um dom por ser mais do que aquilo que lhe atrbuímos e eu gosto-te assim escrevendo e cantando o amor, que nos une a todos

beijo

Matilde D'Ônix

danyfilipa's picture

Re: BALADA DE AMOR

um coraçao apaixonado que canta e encanta :-)

Nanda's picture

Re: BALADA DE AMOR

Henrique,
Uma doce balada de amor.
Beijo
Nanda

bel's picture

Re: BALADA DE AMOR

Linda esta balada do amor "Sou apaixonado,um ser sem ti vazio" O amor tem destas coisas

beijos

bel

Betofelix's picture

Re: BALADA DE AMOR

Uma real canção de amor.
Narrado no compasso da paixão e no descompasso do sonho.
Outra vez, belo poema.

laraalbuquerque's picture

Re: BALADA DE AMOR

Uauuuu, não pouparei meus aplausos...Seu texto está brilhante e real...Adorei! Bjs

Anita's picture

Re: BALADA DE AMOR

E... as ilusões de amores guardados...

Anita

MarneDulinski's picture

Re: BALADA DE AMOR

LINDO POEMA, GOSTEI MUITO!

Sonha a meu lado
acordados num sonho vadio.
Sou apaixonado,
um ser sem ti vazio.

Meus parabéns,
Marne

Add comment

Login to post comments

other contents of Henrique

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Thoughts DA POESIA 1 5.744 05/26/2020 - 23:50 Portuguese
Videos/Others Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 37.588 06/11/2019 - 09:39 Portuguese
Poesia/Sadness TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.786 03/06/2018 - 21:51 Portuguese
Poesia/Thoughts ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.467 02/28/2018 - 17:42 Portuguese
Poesia/Thoughts APALPOS INTERMITENTES 0 2.297 02/10/2015 - 22:50 Portuguese
Poesia/Aphorism AQUILO QUE O JUÍZO É 0 2.150 02/03/2015 - 20:08 Portuguese
Poesia/Thoughts ISENTO DE AMAR 0 4.131 02/02/2015 - 21:08 Portuguese
Poesia/Love LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.949 02/01/2015 - 22:51 Portuguese
Poesia/Thoughts PELO TEMPO 0 1.805 01/31/2015 - 21:34 Portuguese
Poesia/Thoughts DO AMOR 0 1.973 01/30/2015 - 21:48 Portuguese
Poesia/Thoughts DO SENTIMENTO 0 2.522 01/29/2015 - 22:55 Portuguese
Poesia/Thoughts DO PENSAMENTO 0 2.504 01/29/2015 - 19:53 Portuguese
Poesia/Thoughts DO SONHO 0 1.790 01/29/2015 - 01:04 Portuguese
Poesia/Thoughts DO SILÊNCIO 0 3.156 01/29/2015 - 00:36 Portuguese
Poesia/Thoughts DA CALMA 0 2.449 01/28/2015 - 21:27 Portuguese
Poesia/Thoughts REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.996 01/27/2015 - 22:48 Portuguese
Poesia/Thoughts MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.998 01/27/2015 - 16:59 Portuguese
Poesia/Aphorism NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 2.012 01/26/2015 - 20:44 Portuguese
Poesia/Thoughts SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 3.146 01/25/2015 - 22:36 Portuguese
Poesia/Thoughts MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.653 01/22/2015 - 22:32 Portuguese
Poesia/Thoughts ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.622 01/21/2015 - 18:00 Portuguese
Poesia/Thoughts PALAVRAS À LUPA 0 2.549 01/20/2015 - 19:38 Portuguese
Poesia/Thoughts MADRESSILVA 0 1.566 01/19/2015 - 21:07 Portuguese
Poesia/Thoughts NA SOLIDÃO 0 1.848 01/17/2015 - 23:32 Portuguese
Poesia/Thoughts LÁPIS DE SER 0 1.839 01/16/2015 - 20:47 Portuguese