5 factos que provavelmente não sabia sobre a vida no espaço...

Uma viagem espacial é uma experiência pela qual pouquíssimas pessoas tiveram o prazer de passar no mundo. Diferentes modificações físicas e psicológicas alteram a vida dos astronautas e cosmonautas que vivem sob a micro-gravidade. Aqui mostro cinco fatos pouco conhecidos a respeito da vida no espaço.

Durante um dia no espaço os astronautas experimentam 16 amanheceres.

Em uma baixa órbita terrestre, o sol sai e se põe a cada 90 minutos. Por este motivo é muito difícil para os astronautas dormir bem e isto se deve à ausência de um dia normal (com um ciclo diurno e um noturno). Para compensar isto, os administradores da Estação Espacial Internacional estabeleceram para os astronautas ciclos de 24 horas baseados no calendário terrestre. Os relógios a bordo da IIS estabeleceram-se em Tempo Universal Coordenado (UCT).

No espaço os astronautas crescem entre cinco e oito centímetros.

Sem a força de compressão da gravidade, a coluna vertebral se expande e cresce em altura, pelo geral entre 5 e 8 cm. Lamentavelmente, esta altura extra pode trazer complicações que costumam incluir a dor nas costas e problemas nervosos.

Os astronautas não roncam.

Isto acontece porque a gravidade tem um papel dominante na geração de apnéias, hipopnéias e roncos. A NASA registrou que os membros da tripulação que roncavam habitualmente na Terra deixavam de fazê-lo sob os efeitos da micro-gravidade.

O maior período que uma pessoa passou no espaço é de 438 dias.


Valeri Vladímirovich Poliakov (à direita na fotografia) é um cosmonauta russo tem o recorde de permanência no espaço ao permanecer a bordo da estação espacial MIR durante 14 meses em uma única viagem. Sua estância total no espaço em todas suas viagens chega aos 22 meses. Poliakov é considerado um Herói da União Soviética.


Só 3 astronautas morreram no espaço (acima dos 100 Km).

Até o momento morreram 11 astronautas em incidentes de capacitação e 18 em acidentes de vôo. Desses 18, só a tripulação da Soyuz 11 em 1971, morreu realmente no espaço. A NASA estipula a fronteira do espaço a 50 quilômetros de altura, enquanto a FAI define o espaço a uma altura de 100 km. O último vôo da Challenger em 1986 nunca chegou a esta altura.

A tripulação da Soyuz 11, Georgi Dobrovolski, Viktor Patsayev e Vladislav Volkov, bateu o recorde de permanência no espaço e conseguiu habitar pela primeira vez uma estação espacial, a Salyut 1. No entanto os cosmonautas, que não usavam trajes espaciais, faleceram quando a nave se despressurizou, pela falha de uma válvula de pressão (como posteriormente foi comprovado por uma missão de resgate)

Submited by

Wednesday, June 15, 2011 - 00:20

Críticas :

No votes yet

Henrique

Henrique's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 4 years 51 weeks ago
Joined: 03/07/2008
Posts:
Points: 34817

Add comment

Login to post comments

other contents of Henrique

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Videos/Others Já viram o Pedro abrunhosa sem óculos? Pois ora aqui o têm. 1 36.754 06/11/2019 - 08:39 Portuguese
Poesia/Sadness TEUS OLHOS SÃO NADA 1 1.528 03/06/2018 - 20:51 Portuguese
Poesia/Thoughts ONDE O INFINITO SEJA O PRINCÍPIO 4 2.146 02/28/2018 - 16:42 Portuguese
Poesia/Thoughts APALPOS INTERMITENTES 0 2.069 02/10/2015 - 21:50 Portuguese
Poesia/Aphorism AQUILO QUE O JUÍZO É 0 1.927 02/03/2015 - 19:08 Portuguese
Poesia/Thoughts ISENTO DE AMAR 0 3.927 02/02/2015 - 20:08 Portuguese
Poesia/Love LUME MAIS DO QUE ACESO 0 2.603 02/01/2015 - 21:51 Portuguese
Poesia/Thoughts PELO TEMPO 0 1.644 01/31/2015 - 20:34 Portuguese
Poesia/Thoughts DA POESIA 0 5.256 01/30/2015 - 22:06 Portuguese
Poesia/Thoughts DO AMOR 0 1.790 01/30/2015 - 20:48 Portuguese
Poesia/Thoughts DO SENTIMENTO 0 2.131 01/29/2015 - 21:55 Portuguese
Poesia/Thoughts DO PENSAMENTO 0 2.306 01/29/2015 - 18:53 Portuguese
Poesia/Thoughts DO SONHO 0 1.586 01/29/2015 - 00:04 Portuguese
Poesia/Thoughts DO SILÊNCIO 0 2.727 01/28/2015 - 23:36 Portuguese
Poesia/Thoughts DA CALMA 0 1.994 01/28/2015 - 20:27 Portuguese
Poesia/Thoughts REPASTO DE ESQUECIMENTO 0 1.822 01/27/2015 - 21:48 Portuguese
Poesia/Thoughts MORRER QUE POR DENTRO DA PELE VIVE 0 1.641 01/27/2015 - 15:59 Portuguese
Poesia/Aphorism NENHUMA MULTIDÃO O SERÁ 0 1.621 01/26/2015 - 19:44 Portuguese
Poesia/Thoughts SILENCIOSA SOMBRA DE SOLIDÃO 0 2.801 01/25/2015 - 21:36 Portuguese
Poesia/Thoughts MIGALHAS DE SAUDADE 0 1.519 01/22/2015 - 21:32 Portuguese
Poesia/Thoughts ONDE O AMOR SEMEIA E COLHE A SOLIDÃO 0 1.401 01/21/2015 - 17:00 Portuguese
Poesia/Thoughts PALAVRAS À LUPA 0 2.342 01/20/2015 - 18:38 Portuguese
Poesia/Thoughts MADRESSILVA 0 1.390 01/19/2015 - 20:07 Portuguese
Poesia/Thoughts NA SOLIDÃO 0 1.706 01/17/2015 - 22:32 Portuguese
Poesia/Thoughts LÁPIS DE SER 0 1.586 01/16/2015 - 19:47 Portuguese