CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Porque mereço...

Porque mereço, perdoo-te todas as brincadeiras
que de falsa inocência, incendeiam-me os sentidos,
como se soubesses o quero e o que preciso
negando-me, porque mereço o castigo!

Porque mereço, sorrio perante os pequenos gestos
que contrariam a tua verdade,
Não me queres de forma alguma e no entanto,
fazes-me desejar, mais e mais...

Não vivo na esperança de te recordar o que senti,
mas anseio que vejas o que jogamos fora,
porque tudo acaba se simplesmente desistir
e nada acontece se me for embora.

E se me for, como ficarás tu?
Indiferente? Sofredor?
Na tua ignorância permanecerás incólume
mas a tua alma, de vazia, reclamará pelo amor!

Podes querer que me liberte desta dependência
Podes desejar que vá para longe,
Mas que importará a distância, se o amor é a vida
e por muito que colecciones, esta continuará vazia.

Se te despisses dessa tua pele sarcástica
Se te despisses das muralhas,
Tu e eu voltaríamos ao princípio do pecado
Ao tempo que Adão amou Eva mais do que a
qualquer Deus!

Por isso, ainda que me digas adeus sem pesar
estarei em ti, no teu sangue,
ainda que a distância te traga alívio
negar-te-á o arrebatamento dos amantes,
que já o eram antes de terem nascido!

Mas porque mereço, apenas por isso
deixo-te partir,
ainda que veja despedaçado em mil pedaços
todos os átomos do meu ser.

 

Publicado no Blog Broken Wings e no Blog  da PEAPAZ

Submited by

terça-feira, março 15, 2011 - 15:19

Ministério da Poesia :

No votes yet

Ema Moura

imagem de Ema Moura
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 42 semanas 6 dias
Membro desde: 03/15/2011
Conteúdos:
Pontos: 317

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Ema Moura

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Amor Nada mais (nona carta) 0 548 09/22/2014 - 18:54 Português
Prosas/Contos «Pele...» 0 509 09/22/2014 - 18:52 Português
Prosas/Erótico Proposta 0 604 09/22/2014 - 18:50 Português
Poesia/Pensamentos Confissões de um conquistador 0 616 09/22/2014 - 18:47 Português
Poesia/Pensamentos Pintura introspectiva 0 783 09/20/2014 - 11:19 Português
Poesia/Pensamentos Silencia o teu amor 0 552 09/20/2014 - 11:17 Português
Prosas/Pensamentos Monólogo da memória 0 511 09/20/2014 - 11:15 Português
Poesia/Paixão Obsessão 0 634 09/20/2014 - 11:10 Português
Poesia/Erótico Tortura, anseio... 1 741 01/27/2013 - 22:47 Português
Prosas/Contos Inspira, relaxa e divaga... Suspira! 2 663 01/27/2013 - 17:40 Português
Prosas/Erótico Outra vez! 2 1.208 01/27/2013 - 17:36 Português
Poesia/Paixão Quero-te outra vez... 0 518 01/27/2013 - 17:08 Português
Poesia/Amor Ouve-me 1 652 01/27/2013 - 16:50 Português
Poesia/Erótico Amarro-te! 3 963 01/27/2013 - 16:45 Português
Poesia/Meditação Ofélia 0 633 01/12/2013 - 23:34 Português
Prosas/Contos Brilho 0 718 01/12/2013 - 23:20 Português
Prosas/Contos Esculpidos na pedra 0 512 01/12/2013 - 23:15 Português
Poesia/Amor Espero 0 691 01/12/2013 - 23:10 Português
Prosas/Romance Hoje, o céu é meu... 0 934 08/11/2011 - 14:09 Português
Poesia/Meditação Saudade poética 2 816 07/09/2011 - 02:59 Português
Prosas/Erótico O desejo é muito mais que um brilho no olhar... 0 904 07/07/2011 - 23:17 Português
Prosas/Erótico Tortura 0 746 07/07/2011 - 23:13 Português
Prosas/Pensamentos Hoje 0 859 07/07/2011 - 23:06 Português
Prosas/Erótico «Surpresa. Hoje é dia de pagamento!» 0 861 07/07/2011 - 22:59 Português
Prosas/Erótico Saltos inquietos 0 843 07/07/2011 - 22:56 Português