CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Idéia Assombra

O mundo lá dentro é sempre absconso, sombrio
A voz que se ouve é abafada de uma rouquidão agonizante
As imagens que se vê, imagem nenhuma vem a ser
São vultos turvos, apenas esboços marrom-acinzentados

O tempo climático é fechado
É sempre noite todas as horas do dia!
O vento que assovia levanta nébula
Enegrece mais o mero resquício da idéia

As cores somente se materializam do lado de fora da vida
Os olhos abrem passagem para esta realidade longínqua
Morre o ideal preso à sombra entre paisagens divididas
De resto, tudo vira lenda, mito, invencionices frívolas

 

____________________________________________________________

Outros poemas em www.carlinhoscavalcanti.blogspot.com

abraço a todos

Submited by

domingo, setembro 18, 2011 - 22:10

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 4 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de Cristy_f

Perfeito! O título e o

Perfeito! O título e o conteúdo bem casados. Imaginei como deve ser surreal o processo de criação, sentir que o poema vai se formando e o poeta se deixando ser voz a ele.
Esse também me surpreendeu bastante.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 675 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 714 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 783 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 452 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 882 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.273 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.156 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 927 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.102 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.424 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 1.030 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.351 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 815 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 663 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 857 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 736 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 850 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 773 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 691 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 818 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 765 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 739 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 1.027 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 770 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.104 11/08/2011 - 21:55 Português