CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Parceria Eterna

Eu e minha poesia somos nada.
Nós dois juntos de mãos dadas
Somos duas filosofias subestimadas
Caminhamos aos pés do resto da sociedade
Mas isso sim há de ser nada

Eu e minha poesia somos apenas nós dois... Sozinhos.
No desconsolo, eu olho pra ela e ela me sorri
Um sorriso afetuoso que recompensa com as mesmas coisas belas
Que sempre estiveram bem aqui, tão perto de mim
Sem delonga nem mazela, eu as toco e as sinto. Enxergo assim:
Tenho nada e tenho um mundo inteiro pra sonhar e conseguir

Aquilo que escrevo vai se transformar depois
Como toda semente jogada em solos inférteis
Que ultrapassa estações e quase desaparece
Mas que no final vinga, recebe chuva e cresce
É meu alento, é o alimento pro meu sustento
Uma sinergia mantida com o bem da recíproca

Uma ligação que abastece a vida
Mantém a esperança acesa
Pulsando forte e destemida.
Eu escrevo poesia e a poesia me recita

______________________________________________________________

Poema a ser publicacado em 2011 no livro Todos os Sentidos.

Outros poemas no blog http://www.carlinhoscavalcanti.blogspot.com.

abraços

Submited by

sexta-feira, dezembro 17, 2010 - 18:56

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 10 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de Cristy_f

Ainda continuo lendo seus

Ainda continuo lendo seus poemas e tenho ótimas sensações. Gostei muito desse desfecho!
"Uma ligação que abastece a vida
Mantém a esperança acesa
Pulsando forte e destemida.
Eu escrevo poesia e a poesia me recita"
É bom quando se começa a ler um autor e se é fisgado pelos temas, pelos estilos, pelo que é exposto.
Abraço!

imagem de Susan

Você e sua poesia são um só e

Você e sua poesia são um só e mais que o nada e ale´m do tudo
são carne e alma a gritarem de uam só vez ...
Muito bom te ler sempre amigo !!!
Beijos
Susan

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 693 09/18/2014 - 18:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 750 01/30/2014 - 20:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 798 09/12/2013 - 20:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 470 03/15/2013 - 17:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 902 03/15/2013 - 17:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.292 11/27/2012 - 17:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.169 11/27/2012 - 16:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 960 11/26/2012 - 20:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.133 11/26/2012 - 20:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.432 11/23/2012 - 22:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 1.041 11/23/2012 - 15:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.378 11/23/2012 - 15:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 832 11/21/2012 - 19:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 686 11/21/2012 - 18:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 876 11/20/2012 - 22:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 752 04/20/2012 - 18:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 865 01/11/2012 - 16:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 781 01/10/2012 - 15:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 708 12/16/2011 - 02:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 839 12/15/2011 - 13:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 785 12/09/2011 - 13:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 761 12/07/2011 - 13:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 1.043 11/28/2011 - 19:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 801 11/28/2011 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.134 11/08/2011 - 20:55 Português