CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Gorada Melancolia

O dia veio brilhante
Despertei activo
quase eufórico.

O dia assim brilhante
Eu assim eufórico
O sol quente
de sorriso rasgado,
maroto,
sedutor enfim.

Saio
Abraço o mundo assim.
irradiando energia
tomo conta de tudo
e tudo se me entrega

Dócil, a vida oferece-se-me
e eu, como besta implacável
devoro tudo à passagem

assim…
Cego de sôfrego
Tudo sob o meu jugo
venço

Apaga-se a tarde e o sol cansa-se.
Por entre o seu fulgor esvaído,
um vento cortante de memória
reclama agora o seu espaço

Vencido o dia,
renascida a noite
O frémito adormecido
e um regresso anunciado.

Sombras que se divertem,
apagam inclementes
as réstias de um brilho ora em agonia

Furtivas, de ar troçante,
procuram-me o fundo.
A melancolia desperta
e vem forte, inquietante,
pronta a perturbar-me.

Resisto-lhe, alheando-me.
Busco um canto sossegado de mim,
fecho os olhos e digo
estou como o sol – cansado

Não sonharei,
não quero sonhar.
Ficarei vazio, quieto,
sem fazer barulho

A melancolia passará então
e sem me ver
frustrada recolherá
E eu, assim…

Espreitando o momento,
deitar-me-ei com o sol
aconchegar-me-ei com a lua
e dormirei tranquilo
de sorriso ténue nos lábios
sabendo que venci.

Submited by

segunda-feira, fevereiro 28, 2011 - 19:53

Poesia :

No votes yet

miguelmancellos

imagem de miguelmancellos
Offline
Título: Moderador Música
Última vez online: há 1 ano 44 semanas
Membro desde: 07/29/2010
Conteúdos:
Pontos: 372

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of miguelmancellos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Por Saber 2 899 06/11/2011 - 22:23 Português
Poesia/Geral Promessas vãs 1 623 05/25/2011 - 19:04 Português
Poesia/Geral O Pensamento 3 598 05/16/2011 - 19:26 Português
Poesia/Geral O Nada, O Absurdo e a Minha Ignorância 2 488 05/16/2011 - 19:20 Português
Prosas/Pensamentos A Arte e o Mundo 1 681 05/14/2011 - 22:05 Português
Poesia/Tristeza Hipocrisia Sem Nome 1 835 05/10/2011 - 01:08 Português
Prosas/Pensamentos UMA PEQUENA TRAVESSURA,,, 0 618 05/09/2011 - 21:59 Português
Poesia/Geral Sentes??? 2 732 05/08/2011 - 18:32 Português
Poesia/Geral Soturno Silêncio 3 1.206 05/08/2011 - 01:31 Português
Poesia/Geral Loucura??? 1 716 05/07/2011 - 15:29 Português
Prosas/Pensamentos O Egoísmo e a Armadilha dos Conceitos 0 657 05/07/2011 - 11:45 Português
Poesia/Geral Quando Partiste 6 956 04/29/2011 - 11:00 Português
Prosas/Pensamentos Se temos o poder de criar, se nos fazem felizes o céu e a eternidade... Porque não? 1 992 04/22/2011 - 03:11 Português
Poesia/Geral bora fazer daquilo uma TERTÚLIA 1 947 04/21/2011 - 01:06 Português
Prosas/Pensamentos Pensando o "ser homem" 2 766 04/18/2011 - 16:01 Português
Prosas/Pensamentos Se Não Fores Tu a Acreditar em Ti, Quem o Fará? 0 1.090 04/11/2011 - 19:43 Português
Poesia/Geral Digo..! 2 870 04/08/2011 - 10:29 Português
Poesia/Geral Há Palavras Assim 6 718 03/28/2011 - 16:50 Português
Videos/Outros O amigo verdadeiro está sempre LÁ!!! Ver em Full screan. 0 1.409 03/28/2011 - 16:32 Português
Poesia/Geral O Valor, as Coisas e… 2 718 03/11/2011 - 21:02 Português
Poesia/Geral Difícil Dizer 1 604 03/09/2011 - 00:47 Português
Poesia/Geral Distância 1 778 03/04/2011 - 23:02 Português
Poesia/Geral Até Quando? 1 703 03/03/2011 - 21:45 Português
Poesia/Geral Gorada Melancolia 0 731 02/28/2011 - 19:53 Português
Poesia/Geral Solidão 0 462 02/28/2011 - 19:21 Português