CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O Nada, O Absurdo e a Minha Ignorância

Alguém me disse que é nada

sem saber o que nada é realmente.

 

...Não acreditei.

 

Porque se ser-se nada fosse possível,

nada seria eu certamente.

 

...Ahh como queria eu ser nada,

porque sou nada sem o ser.

 

Tudo, pelo menos tudo o que julgo ver,

encerra em si o pecado original do absurdo.

Não são só as palavras, ou os actos,

É a essência do próprio homem.

 

Da verdade, da pura verdade...

esperava-se que fosse definitiva e absoluta,

mas que tem de definitiva e absoluta a verdade conhecida,

quando esta se faz a si mesma

de tornar inverdadeira

outra verdade?

 

 

Que maior absurdo podemos encontrar

senão a aspiração do homem à unidade

face ao intransponível dualismo do espírito

e da natureza?

 

E que dizer deste impulso...

...Desta vontade de eternidade,

e a irremediável finitude da existência?

 

...Da preocupação constante enfim,

e a inutilidade de todo este esforço sem nexo?

 

E por isto tudo, eu queria ser nada

...ou então tudo.

 

Sou consciência atormentada

que afronta o mundo,

...Enquanto animal puro

sou parte do mundo, sou o mundo

...como a árvore, a flor

e as andorinhas...

Mas como homem,

sou consciência que se opõe.

...Busco uma ordem menor

numa ordeira desordem maior

que é este mundo em mim.

 

Com isto tudo,

como dizer-se que se é nada?

Haverá nada verdadeiramente?

Não sei...

Submited by

quinta-feira, maio 12, 2011 - 23:04

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

miguelmancellos

imagem de miguelmancellos
Offline
Título: Moderador Música
Última vez online: há 2 anos 18 semanas
Membro desde: 07/29/2010
Conteúdos:
Pontos: 372

Comentários

imagem de angelofdeath

poema

Adorei esta grande reflexão filosofica que realmente nos faz pensar num registo nada pesado e ligeiro.

Parabens pelo poema e continua asssim, abraços Angelofdeath :). 

imagem de MarneDulinski

O Nada, O Absurdo e a Minha Ignorância

Penso que somos nada em relação a Deus e sua criação!

Mas com referência a nossa vida, devemos viver o aqui e agora, e deixarmos para pensar

em um futuro distante, quando a hora chegar...

Meus parabéns, pelo seu texto,

Marne

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of miguelmancellos

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Por Saber 2 951 06/11/2011 - 23:23 Português
Poesia/Geral Promessas vãs 1 687 05/25/2011 - 20:04 Português
Poesia/Geral O Pensamento 3 648 05/16/2011 - 20:26 Português
Poesia/Geral O Nada, O Absurdo e a Minha Ignorância 2 513 05/16/2011 - 20:20 Português
Prosas/Pensamentos A Arte e o Mundo 1 723 05/14/2011 - 23:05 Português
Poesia/Tristeza Hipocrisia Sem Nome 1 920 05/10/2011 - 02:08 Português
Prosas/Pensamentos UMA PEQUENA TRAVESSURA,,, 0 675 05/09/2011 - 22:59 Português
Poesia/Geral Sentes??? 2 809 05/08/2011 - 19:32 Português
Poesia/Geral Soturno Silêncio 3 1.278 05/08/2011 - 02:31 Português
Poesia/Geral Loucura??? 1 775 05/07/2011 - 16:29 Português
Prosas/Pensamentos O Egoísmo e a Armadilha dos Conceitos 0 722 05/07/2011 - 12:45 Português
Poesia/Geral Quando Partiste 6 1.003 04/29/2011 - 12:00 Português
Prosas/Pensamentos Se temos o poder de criar, se nos fazem felizes o céu e a eternidade... Porque não? 1 1.038 04/22/2011 - 04:11 Português
Poesia/Geral bora fazer daquilo uma TERTÚLIA 1 1.006 04/21/2011 - 02:06 Português
Prosas/Pensamentos Pensando o "ser homem" 2 817 04/18/2011 - 17:01 Português
Prosas/Pensamentos Se Não Fores Tu a Acreditar em Ti, Quem o Fará? 0 1.152 04/11/2011 - 20:43 Português
Poesia/Geral Digo..! 2 892 04/08/2011 - 11:29 Português
Poesia/Geral Há Palavras Assim 6 759 03/28/2011 - 17:50 Português
Videos/Outros O amigo verdadeiro está sempre LÁ!!! Ver em Full screan. 0 1.585 03/28/2011 - 17:32 Português
Poesia/Geral O Valor, as Coisas e… 2 794 03/11/2011 - 22:02 Português
Poesia/Geral Difícil Dizer 1 625 03/09/2011 - 01:47 Português
Poesia/Geral Distância 1 873 03/05/2011 - 00:02 Português
Poesia/Geral Até Quando? 1 730 03/03/2011 - 22:45 Português
Poesia/Geral Gorada Melancolia 0 793 02/28/2011 - 20:53 Português
Poesia/Geral Solidão 0 515 02/28/2011 - 20:21 Português