CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nascimento

Um dia fui tão longe
Que era o mais longe aonde poderia ir
Mergulhei no mar dos sentidos
No ermo de mim.
Naquele abismo, naquele nada, ali
Nem mesmo eu havia
Nem mesmo Deus estava.
Na ausência de antagonismos
Chorei, finalmente, sozinho
Lágrimas de uma lamentação única
Solitária, derradeira, profunda
Todas as guerras em uma lástima
Principal, verdadeira, drástica
Minha guerra pessoal
Meu colapso final.

Chorei e chorei por horas e horas a fio...
Quando as lágrimas secaram
Tomado por um imenso cansaço
Minhas pálpebras pesadas cederam
Acortinando meu último lampejo.
Disperso numa quietude absurda
Todas esperanças empalideceram
Em minha morte mais absoluta...

Foi dali!
Do útero da escuridão
De olhos inchados, eu vi
Além da vida, Além dos meios,
Além da morte, Além dos fins...

...nasci...

Poema publicado recentemente no meu primeiro livro pela WAF chamado IMPRESSÕES. Também encontrado juntamente com outros no meu blog

http://carlinhoscavalcanti.blogspot.com/

Obrigado à todos

;-)

Submited by

sábado, julho 4, 2009 - 00:07

Poesia :

No votes yet

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 2 anos 35 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Re: Nascimento

Muito bom....

Bjs.

:-)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 476 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 511 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 556 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 313 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 617 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.061 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 952 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 692 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 849 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.206 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 816 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.114 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 552 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 416 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 546 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 530 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 594 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 504 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 475 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 577 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 529 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 521 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 769 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 507 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 842 11/08/2011 - 21:55 Português