CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Oração do Poema Sem Fim

Pudera eu...
Esmiuçar inspirações
Interpretar sentimentos
Emoções emaranhadas
Turbulentos momentos
Momentos de criações.

Quisera eu...
Separar, do homem, os tormentos
Expremê-lo de sua carapaça
Dissecar, do poema, o poeta
Pessoa comum, desamparada...

Pudera eu...
Tirar, dos dilemas, as dúvidas
Retirar das dúvidas, as perguntas
Arrancar, das perguntas, o problema
Abstrair, do mistério, as penumbras

Quisera eu...
Exaurir um tema até mais tarde
Vê-lo decair em seu desgaste
Para improfícuomente descobrir
Que nada havia de ser descoberto

Queira, Deus, nunca aconteça!
Continue tudo assim mesmo confuso
Descontextualizado...
Dislexo, disperso, taciturno
Entranhado nas entrelinhas
Essas estranhas entrelinhas...

Queira, Deus, assim seja!
Cada confusão, em si, peculiar
Restrita às pessoas cujos surtos
Advindos da obscuridade do absurdo
Hibernam em sobrehumanos submundos

Queira, Deus, assim seja!
Cada emoção, um conjunto
Múltiplo interino da interação
Paradoxo, sentido, intuição
Pois a causa mais nobre se esconde
Na profundeza abissal que nos inunda
E nos consome...

_________________________________________________________

Outros poemas também encontrados juntamente no meu blog

http://carlinhoscavalcanti.blogspot.com/

Obrigado à todos

;-)

Submited by

quarta-feira, outubro 28, 2009 - 15:06

Poesia :

No votes yet

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 4 anos 18 horas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de MarneDulinski

Re: Oração do Poema Sem Fim

carfilho!
Oração do Poema Sem Fim
Pudera eu...
Esmiuçar inspirações
Interpretar sentimentos
Emoções emaranhadas
Turbulentos momentos
Momentos de criações.
Lindo Poema, gostei mito!
MarneDulinski

imagem de RobertoEstevesdaFonseca

Re: Oração do Poema Sem Fim

Um lindo poema!!!

Um abraço,
REF

imagem de FlaviaAssaife

Re: Oração do Poema Sem Fim

Carfilho,

E que continue sem ter fim...para podermos sempre sonhar com o desfecho...

Gostei.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 668 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 707 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 774 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 447 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 876 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.267 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.147 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 919 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.097 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.417 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 1.022 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.342 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 802 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 648 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 848 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 725 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 841 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 761 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 676 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 811 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 750 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 726 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 1.019 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 761 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.090 11/08/2011 - 21:55 Português