CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Poema do Tempo que Não Passa

No silêncio, no escuro
Na solidão do meu delírio
No delírio do meu autoconsumo...
Um poema me insurge a mente.
Como um aviso
Um alerta furtivo.
Atrás de cada verso,
A fúria discreta
Da sátira que existe
Entre a tristeza e a dúvida
Uma observação sem meta
Uma linha constante de raciocínio
Uma conclusão sem fim.
É um poema que não é do dia-a-dia,
Da noite após dia...Talvês de uma só noite, de um só dia...
Não podia ser mais claro, se assim não o fosse...
Ele vem feito um segredo
Um poema mudo, uma toada triste, instrumental.
Um choro brando, um grito cortante de profundeza abissal
Um suspiro longo....um desabafo!
Repleto de conteúdo,
Porém livre de significado.
Conta, exprime, desmancha o mundo.
Isento de palavras, eu o traduzo...
Pois palavras são prisões de conceitos
Bruscas interrupções da mutação das essências,
Da agonizante continuidade do tempo.
Enquanto o ouço
A mesma proporção de que um alívio toma conta de mim,
Como quem concorda plenamenamente,
Ele desaparece lentamente
Então se cala de vez...
Sobra aí um homem livre
Que, embora cheio de questionamento
Encontra–se mais certo de si
Do que outro que tenha resposta pra tudo...
Se a natureza não me limita a alma
Nada ousa fazê-lo
Pois minha verdade é a minha abrangência
Tudo que entendo como unidade
E é tão homogenia
Que se torna vaga...

Poema publicado recentemente no meu primeiro livro pela WAF chamado IMPRESSÕES. Também encontrado juntamente com outros no meu blog

http://carlinhoscavalcanti.blogspot.com/

Obrigado à todos

;-)

Submited by

segunda-feira, maio 25, 2009 - 19:43

Poesia :

No votes yet

carlfilho

imagem de carlfilho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 anos 32 semanas
Membro desde: 05/25/2009
Conteúdos:
Pontos: 519

Comentários

imagem de jopeman

Re: Poema do Tempo que Não Passa

Muito bom
Gostei :-)
Abraço

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of carlfilho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Desilusão Anticorpo 0 607 09/18/2014 - 19:09 Português
Poesia/Geral Deixa 0 635 01/30/2014 - 21:10 Português
Poesia/Tristeza A Morte do Meu Sorriso 0 720 09/12/2013 - 21:13 Português
Poesia/Geral O Número 1 394 03/15/2013 - 18:48 Português
Poesia/Geral Os animais 3 805 03/15/2013 - 18:39 Português
Poesia/Geral Parceria Eterna 2 1.210 11/27/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Boa Noite 4 1.101 11/27/2012 - 17:56 Português
Poesia/Tristeza Caixeiro Viajante 1 877 11/26/2012 - 21:41 Português
Poesia/Tristeza Coração Notívago 2 1.011 11/26/2012 - 21:26 Português
Poesia/Geral Pulvi es (et pulverem reverteris) 2 1.368 11/23/2012 - 23:29 Português
Poesia/Geral A Idéia Assombra 1 972 11/23/2012 - 16:57 Português
Poesia/Fantasia O Misantropo 3 1.277 11/23/2012 - 16:45 Português
Poesia/Geral Isto Posto 4 748 11/21/2012 - 20:23 Português
Poesia/Paixão Desarme 1 566 11/21/2012 - 19:39 Português
Poesia/Geral Estranho Decorrer 1 762 11/20/2012 - 23:08 Português
Poesia/Amor Meu Amor Imaginário 1 679 04/20/2012 - 19:22 Português
Poesia/Soneto Soneto do Rei Álacre 0 784 01/11/2012 - 17:20 Português
Poesia/Meditação Faz toda a diferença 0 710 01/10/2012 - 16:00 Português
Poesia/Meditação Gosto Daqui... 1 628 12/16/2011 - 03:13 Português
Poesia/Amizade Adenium 0 760 12/15/2011 - 14:36 Português
Poesia/Fantasia O Tédio 0 694 12/09/2011 - 14:33 Português
Poesia/Fantasia Devida Verve 0 686 12/07/2011 - 14:16 Português
Poesia/Tristeza Asfalto 1 943 11/28/2011 - 20:47 Português
Poesia/Tristeza Punhais 0 689 11/28/2011 - 17:57 Português
Poesia/Fantasia Idas 0 1.011 11/08/2011 - 21:55 Português