CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros

Digam que não fui de ninguém, que não fui sequer meu, que não fui nada,
Que gostei sobretudo das árvores que davam pássaros
E de todas as outras coisas que pareciam mentira.

Na verdade, digam que nunca encontrei respostas para o que fui,
Que nunca passei mais que o próprio dia a bater à porta de mares
Abandonados perguntando sempre o que não era por aí além.

Tive sempre o mesmo ouvir, a mesma boca, as mesmas mãos fechadas,
A mesma forma de não ser nada que nunca pudesse ser alguma coisa,
Como é o inverno que é inverno ou a chuva que também o é.

E fui assim simplesmente porque quis, porque não era melhor ao não ser,
Porque não havia outra forma de o sol não ser apenas sol para ser também
Uma flor que nascesse do céu, e por isso fui nada e não fui de ninguém
Para não haver confusões e acabou-se!

E pronto,
Não fui de ninguém, não fui nada, não fui meu, nem teu, nem nosso,
Não fui de ninguém e nada o tempo todo, nem mesmo o tempo nenhum,
Mas gostei sobretudo das árvores que davam pássaros…
E de todas as outras coisas que pareciam mentira.

Submited by

quinta-feira, agosto 12, 2010 - 21:30

Poesia :

No votes yet

jopeman

imagem de jopeman
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 45 semanas
Membro desde: 01/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 3172

Comentários

imagem de KeilaPatricia

Sempre é bom ler seus

Sempre é bom ler seus versos...

Gostei demais...

bjs na alma

imagem de Librisscriptaest

Re: Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros

"Digam que não fui de ninguém, que não fui sequer meu, que não fui nada,
Que gostei sobretudo das árvores que davam pássaros
E de todas as outras coisas que pareciam mentira."

Este começo está absolutamente soberbo!
Ler-te é sempre trilhar novos caminhos nos campos da reflexão e auto-conhecimento, é beijar as duvidas q se levantam, é vestir e despir, em oscilantes gestos de procura, a nostalgia.
É sempre... Bom!
Beijinho grande em ti, Jopeman
Inês

imagem de danyfilipa

Re: Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros

completamente arrebatador este teu poema...
li e reli
e sem mais palavras
levo o comigo
para ler e reler!!!

F A N T A S T I C O !

beijo

imagem de enorak

Re: Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros

Muito bom.

imagem de varenkadefatima

Re: Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros

Mas deixaste este poema...
Gostei!!!

Varenka

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jopeman

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Violentas Alegrias 5 901 10/20/2011 - 20:16 Português
Poesia/Pensamentos Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros 5 916 10/20/2011 - 20:13 Português
Poesia/Amor sei que o amor é coisa de homens 1 987 10/20/2011 - 20:10 Português
Fotos/ - 1129 0 1.740 11/23/2010 - 23:37 Português
Fotos/ - 1127 0 2.227 11/23/2010 - 23:34 Português
Poesia/Pensamentos Sou Vadio 4 1.313 08/30/2010 - 08:57 Português
Poesia/Geral Destino Manifesto 2 1.467 08/22/2010 - 21:17 Português
Poesia/Aforismo Quietude (Desafio Poético) 4 1.002 08/02/2010 - 01:08 Português
Poesia/Dedicado Jopeman - O caminho (ao WAF) 2 1.036 07/06/2010 - 07:10 Português
Poesia/Amor A (quase) eterna leveza dos malmequeres 1 1.360 06/24/2010 - 04:05 Português
Poesia/Pensamentos A terra é só terra e eu penso nisso vezes demais 6 767 06/19/2010 - 21:44 Português
Poesia/Meditação Portas 7 1.084 06/12/2010 - 09:54 Português
Poesia/Meditação Que morram todos os sinais 1 1.032 06/12/2010 - 09:48 Português
Poesia/Meditação Viagem 3 1.201 06/12/2010 - 09:41 Português
Prosas/Contos Intuições 5 989 05/17/2010 - 21:01 Português
Poesia/Geral Só tu sabes! 6 996 05/17/2010 - 21:00 Português
Poesia/Alegria Corro 8 1.221 05/10/2010 - 14:06 Português
Poesia/Meditação As pedras não voam 11 1.128 05/02/2010 - 02:15 Português
Poesia/Geral Distâncias 9 1.090 04/07/2010 - 19:29 Português
Poesia/Geral Há aquelas coisas de que nunca penso se houver uma porta aberta 8 826 03/26/2010 - 08:42 Português
Poesia/Amor Amor de sol e lua (duo com Analyra) 7 1.193 03/23/2010 - 15:00 Português
Poesia/Geral Continuo sentado à varanda 7 1.170 03/17/2010 - 20:17 Português
Poesia/Desilusão O filho do vento 13 1.191 03/15/2010 - 14:56 Português
Poesia/Meditação O refúgio de D. Dinis 1 1.274 03/05/2010 - 12:08 Português
Poesia/Amor A dança dos amantes 1 1.168 03/05/2010 - 02:05 Português