CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Destino Manifesto

Porque o mundo talvez seja melhor lá fora,
Um velho poema guardado debaixo da língua,
Um lugar que espera por um coração que chora.

E quando os cães te apanharem a espreitar à janela,
Talvez já tenhas encontrado aquilo querias ver,
Um tempo diferente de tudo, um tempo que faz doer.

E o destino é tão fácil quando o telefone toca,
E acordar é tão fácil quando alguém está à porta,
Quando as cornucópias são pássaros azuis
E então não pensas, e nada mais importa.

E quando o inverno te apanhar a espreitar à janela,
Talvez tudo o que precises esteja contigo lá dentro,
Uma cama e o silêncio da primavera a florescer,
Um retrato de infância e um amigo para te ouvir envelhecer.

E o destino é tão fácil quando a morte toca,
E adormecer é tão fácil quando nada mais importa…

Porque tinha saudades de um pouco de rima.

Submited by

domingo, agosto 22, 2010 - 20:16

Poesia :

No votes yet

jopeman

imagem de jopeman
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 9 semanas
Membro desde: 01/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 3172

Comentários

imagem de ANAMAXIMO

Re: Destino Manifesto

João,

Com rima ou sem rima, sua poesia é uma lindeza!
Mais uma vez, parabéns!
Ana Patricia Maximo

imagem de Carlalves

Re: Destino Manifesto

Muito bonito este poema.
Boas rimas.

Carlalves

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jopeman

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Violentas Alegrias 5 751 10/20/2011 - 20:16 Português
Poesia/Pensamentos Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros 5 746 10/20/2011 - 20:13 Português
Poesia/Amor sei que o amor é coisa de homens 1 829 10/20/2011 - 20:10 Português
Fotos/ - 1129 0 1.544 11/23/2010 - 23:37 Português
Fotos/ - 1127 0 1.864 11/23/2010 - 23:34 Português
Poesia/Pensamentos Sou Vadio 4 1.107 08/30/2010 - 08:57 Português
Poesia/Geral Destino Manifesto 2 1.240 08/22/2010 - 21:17 Português
Poesia/Aforismo Quietude (Desafio Poético) 4 809 08/02/2010 - 01:08 Português
Poesia/Dedicado Jopeman - O caminho (ao WAF) 2 852 07/06/2010 - 07:10 Português
Poesia/Amor A (quase) eterna leveza dos malmequeres 1 1.099 06/24/2010 - 04:05 Português
Poesia/Pensamentos A terra é só terra e eu penso nisso vezes demais 6 651 06/19/2010 - 21:44 Português
Poesia/Meditação Portas 7 886 06/12/2010 - 09:54 Português
Poesia/Meditação Que morram todos os sinais 1 823 06/12/2010 - 09:48 Português
Poesia/Meditação Viagem 3 965 06/12/2010 - 09:41 Português
Prosas/Contos Intuições 5 853 05/17/2010 - 21:01 Português
Poesia/Geral Só tu sabes! 6 825 05/17/2010 - 21:00 Português
Poesia/Alegria Corro 8 1.016 05/10/2010 - 14:06 Português
Poesia/Meditação As pedras não voam 11 889 05/02/2010 - 02:15 Português
Poesia/Geral Distâncias 9 936 04/07/2010 - 19:29 Português
Poesia/Geral Há aquelas coisas de que nunca penso se houver uma porta aberta 8 672 03/26/2010 - 08:42 Português
Poesia/Amor Amor de sol e lua (duo com Analyra) 7 954 03/23/2010 - 15:00 Português
Poesia/Geral Continuo sentado à varanda 7 951 03/17/2010 - 20:17 Português
Poesia/Desilusão O filho do vento 13 902 03/15/2010 - 14:56 Português
Poesia/Meditação O refúgio de D. Dinis 1 1.047 03/05/2010 - 12:08 Português
Poesia/Amor A dança dos amantes 1 981 03/05/2010 - 02:05 Português