CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

As pedras não voam

Tens um sonho e és uma pedra, uma pedra…que voa (digamos).
Mas as pedras não voam, quando muito são atiradas ao ar,
E tu cais, como caem as pedras que não voam.

E nesse sonho sonhas que és pedra e que tens asas,
E não precisas de nenhuma mão para poder voar.

Mas…a vida nesse sonho é uma mão, a felicidade é uma mão,
O amor também é uma mão, tudo o que gostas é uma mão,
E agora não tens nem uma porque voas e não precisas de mãos.

(Só um aparte para que se perceba o sonho)
Nesse sonho tudo o que é bom é uma mão de cinco dedos,
Um que apanha, outro que fecha, um outro que aperta, um que
Balança e ainda outro que liberta…uma mão mesmo completa.

(Vamos lá então)
Mas na realidade do sonho não voas, és atirado, e acabas sempre por cair,
Numa árvore, numa relação, num emprego, na bebida ou no chão
Com outras pedras que não voam mas que caem, umas mais à frente,
Outras mais atrás, outras mais aonde já estavam mas um nada ao lado.

(Vamos chamar-lhes de ninhos, mesmo sabendo que as pedras não voam)

E de ninho em ninho vais caindo, não a voar porque és pedra,
E vais caindo, e chorando, porque as pedras choram mas não voam,
Mas choram porque querem voar e não conseguem, e caem.

E no meio disto tudo já não sonhas, já estavas acordado
E não voas como as pedras que não voam, mas choras
Como elas porque querias voar e não consegues, e puxas
Do cobertor como as pedras puxam da erva para tapar as lágrimas.

E a noite passa e tu não te mexes, e não voas, e cais em qualquer
Coisa que não sabes até ser de manhã onde uma mão vem da janela
Com o sol pelos dedos e te atira de novo ao ar aonde não voas
Para caíres noutra coisa que não sabes… (ufa!)

E afinal és uma pedra, e cais sempre onde tens de cair,
E choras como as pedras que não voam mas que choram (sempre).

Este saiu da loucura dos dedos :-)

Submited by

quarta-feira, abril 21, 2010 - 22:35

Poesia :

No votes yet

jopeman

imagem de jopeman
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 34 semanas
Membro desde: 01/04/2009
Conteúdos:
Pontos: 3172

Comentários

imagem de mariamateus

Re: As pedras não voam

Meu amigo João :-)

Que arrasoooooo!!!!!!!!!!!!

Parabéns!

Saudades de te ler, e ler!

Beijo com carinho!...........

Tua amiga!

mm

imagem de Librisscriptaest

Re: As pedras não voam

João, como é possível q tenha perdido este poema teu?
Este esta tão bom, sabias?
Fantástica a ideia q usas para exprimir o teu sensível e belo ponto de vista, as pedras não voam, pois não, mas as vezes são mesmo projectadas por nós, ou contra nós e fazem vitimas q caem como as pedras, q sao pedras, ou gestos ou palavras!
Vou favorita-lo e chicotear-me ali pro canto por ter deixado escapar este!
Beijinho tao grande em ti!
Inês

imagem de LilaMarques

Re: As pedras não voam

Meu amigo João,

Que belíssimo texto! Que meditação linda...

Queremos, João, queremos muito voar, mas somos pedras... e às vezes sonhamos que somos pássaros e podemos voar. Neste momento, é um sonhar delicioso, que às vezes nos faz esquecer que somos pedras.

Um beijo grande.

imagem de marialds

Re: As pedras não voam

Gostei muito de tua meditação, pois é uma meditação a se meditar.
Tem muitos segredos, e a cada leitura mais tua meditação se revela e se mostra em turbilhão de sentidos.
Parabens!!!

imagem de Henrique

Re: As pedras não voam

E tu cais, como caiem as pedras que não voam.

Soberbo, adorei o contexto e gostei bastante da construção, um tom de alerta para a vida em movimento em nosso redor!!!

:-)

imagem de anadeornelas

Re: As pedras não voam

João, querido poeta!!!!

E que pedrada meu querido eu levei/fiquei ao ler-te!!!!

Tu dizes que te saiu da loucura dos dedos eu digo que os dedos deram forma (mesmo sendo pedra) á loucura das tuas palavras...eu digo: é na minha loucura que eu encontro sanidade...

Bem hajas querido João por continuares a dar-me um imenso prazer ao ler-te...

Um beijo enorme...vou actualizar-me nos teus escritos... ;-) ;-)

imagem de nunomarques

Re: As pedras não voam

Belíssimo poema, profundo, que faz pensar no significado da própria vida e nos sonhos, metas, amores.

Um grande prazer em te ler

Abraço

imagem de Anonymous

Re: As pedras não voam

Que belo poema!
Os sonhos desmascaram todos os impossíveis, João.
Beijo, meu querido
Adoro ler-te
Vóny Ferreira

imagem de Gisa

Re: As pedras não voam

Texto gracioso e inteligente, embora meu querido, minhas pedras não apenas choram, como também voam...Abraços

imagem de IsabelPinto

Re: As pedras não voam

Olá João:)

Sim, as pedras não voam na realidade e nos sonhos? E nós voamos q nem uma pedra ou somos atirados ao ar e caimos de pernas p o ar? Entre pedras preciosas aquelas as dos teus poemas me despeço:)

Beijinhos
I

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of jopeman

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Pensamentos Violentas Alegrias 5 862 10/20/2011 - 21:16 Português
Poesia/Pensamentos Gostei sobretudo das árvores que davam pássaros 5 882 10/20/2011 - 21:13 Português
Poesia/Amor sei que o amor é coisa de homens 1 945 10/20/2011 - 21:10 Português
Fotos/ - 1129 0 1.701 11/24/2010 - 00:37 Português
Fotos/ - 1127 0 2.116 11/24/2010 - 00:34 Português
Poesia/Pensamentos Sou Vadio 4 1.261 08/30/2010 - 09:57 Português
Poesia/Geral Destino Manifesto 2 1.384 08/22/2010 - 22:17 Português
Poesia/Aforismo Quietude (Desafio Poético) 4 950 08/02/2010 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Jopeman - O caminho (ao WAF) 2 996 07/06/2010 - 08:10 Português
Poesia/Amor A (quase) eterna leveza dos malmequeres 1 1.292 06/24/2010 - 05:05 Português
Poesia/Pensamentos A terra é só terra e eu penso nisso vezes demais 6 742 06/19/2010 - 22:44 Português
Poesia/Meditação Portas 7 1.025 06/12/2010 - 10:54 Português
Poesia/Meditação Que morram todos os sinais 1 965 06/12/2010 - 10:48 Português
Poesia/Meditação Viagem 3 1.116 06/12/2010 - 10:41 Português
Prosas/Contos Intuições 5 964 05/17/2010 - 22:01 Português
Poesia/Geral Só tu sabes! 6 964 05/17/2010 - 22:00 Português
Poesia/Alegria Corro 8 1.179 05/10/2010 - 15:06 Português
Poesia/Meditação As pedras não voam 11 1.066 05/02/2010 - 03:15 Português
Poesia/Geral Distâncias 9 1.057 04/07/2010 - 20:29 Português
Poesia/Geral Há aquelas coisas de que nunca penso se houver uma porta aberta 8 776 03/26/2010 - 09:42 Português
Poesia/Amor Amor de sol e lua (duo com Analyra) 7 1.089 03/23/2010 - 16:00 Português
Poesia/Geral Continuo sentado à varanda 7 1.116 03/17/2010 - 21:17 Português
Poesia/Desilusão O filho do vento 13 1.096 03/15/2010 - 15:56 Português
Poesia/Meditação O refúgio de D. Dinis 1 1.229 03/05/2010 - 13:08 Português
Poesia/Amor A dança dos amantes 1 1.121 03/05/2010 - 03:05 Português